Artesanato da Mente

Pai, perdoa-os! Porque eles não sabem o que fazem

250 2

10530915_591877664302229_5136477432624138998_n

Se você lê os meus textos com frequência, já deve ter percebido que cito Jesus Cristo constantemente, porque ele é e sempre será minha maior fonte de inspiração.

Nesse texto eu vou falar para você o que ele realmente quis dizer em uma das passagens mais bonitas e significativas do evangelho. A passagem na qual ele está agonizando na cruz e grita:

“Pai, perdoa-os! Porque eles não sabem o que fazem”

A primeira coisa a dizer é sobre o PAI. Ele sempre dizia aos apóstolos: “Quem me vê, vê ao Pai. Eu e o pai somos um”.

Esse pai, na realidade, se trata do seu EU MAIOR, sua natureza CRÍSTICA. Sua conexão com a divindade!

Portanto! Ao pronunciar “Pai”, não se trata de um homem externo, de alguém que morreu e está em outro plano. NÃO. Se trata do seu cristo interno!

E o “Perdoa-os! Porque eles não sabem o que fazem”. Quer dizer sobre o OFERECER A OUTRA FACE, Jesus só sabia oferecer a face do amor, enquanto seus algozes só sabiam oferecer a face do ódio e da violência…

Jesus tinha um amor tão grande, tão imenso por toda a humanidade, que não oferecia qualquer tipo de resistência a quem quisesse lhe esbofetear ou mesmo matar!

Ou seja, ele oferecia para todas as faces de agressividade, raiva e ódio, a face do amor mais puro e verdadeiro.

Desta forma, todos aqueles soldados que estavam lá, zombando: “Se és mesmo o filho de Deus! Peça que ele te tire desta cruz”. Estavam dominados pela raiva, pelo ódio, pela inveja…

E ele oferecia o perdão por saber que ele é um bálsamo para o espírito.

Isso foi uma das coisas que levei muitos anos para entender. Pode ter certeza de que esses homens que mataram Jesus tiveram o seu castigo, mas ao contrário do que os fundamentalistas dizem, de que eles foram para o inferno, na realidade, por causa desta frase de Jesus, o sofrimento deles foi reduzido drasticamente.

Receber o perdão de um avatar como Jesus Cristo é algo inimaginável. Vale a pena meditar um pouco sobre isso…

Refletindo sobre a profundidade da dor de Jesus no momento de sua morte na cruz, é possível, talvez, com muito esforço, imaginar o quanto um ser iluminado está em um grau de compreensão da vida e seus mistérios de uma forma muito mais avançada do que nós!

Que você reflita com carinho nestas palavras e lembre-se do mestre Jesus como o maior de todos os exemplos de amor. O mestre do AMOR

 

Recomendado para você