Artesanato da Mente

Descobrindo a alegria genuína

11938958_10153471682946690_1773083437_n-e1440990033242

O tema da FELICIDADE é infinito em termos de conteúdo, por mais que se fale sobre ele, sempre haverá algo a mais a ser dito. E sabe por quê? Porque a felicidade não tem limites! E algo ilimitado sempre tem algo a mais para se dizer.

Outro dia li algumas palavras do escritor Deepak Chopra que me deixaram absolutamente encantado. São palavras simples, mas de uma profundidade imensa. Veja!

“Felicidade é um estado de consciência que já existe em nós, mas está quase sempre encoberto por todo o tipo de distrações. Condicionamentos sociais e consciência restrita mantêm-nos longe do brilho deste reino dos céus encoberto nas profundezas do nosso coração. Mas podemos elevar-nos acima das nuvens dos condicionamentos e redescobrir a fonte da alegria dentro de nós.

Após a descoberta desta alegria maravilhosa, coisas miraculosas começam a acontecer. A expressão de felicidade traz um senso de conexão com o poder criativo do universo. Conseguindo essa conexão, sentimos que nada pode nos parar e impedir de conseguir qualquer coisa que intencionamos.

Quando a nossa vida é a expressão de um estado interior de felicidade, descobrimos um imenso reservatório de poder em nós. Este poder nos liberta do medo e das limitações e permite realizarmos a abundância que sempre desejamos, permite a realização espontânea das nossas aspirações mais elevadas.”

Deepak Chopra

*****************

Nessas poucas palavras ele está revelando a todos nós o segredo para atingir esse patamar superior de ALEGRIA. Que se chama AUTOCONHECIMENTO.

Ele é conhecido mundialmente por falar sobre o EFEITO SOMBRA e tem de fato autoridade para nos ensinar que ao limparmos o nosso coração e a nossa mente de todos os medos, rancores, raivas, mágoas, condicionamentos, traumas etc. o que sobra é o que Jesus nos disse: “O REINO DOS CÉUS ESTÁ DENTRO DE VÓS”.

O que sobra é a PLENITUDE. Enfim, essa é a alegria mais profunda que pode existir, na qual não precisa de absolutamente nada externo para se manifestar.

Eu sei que ainda estou longe de atingir essa plenitude, mas em alguns momentos já consigo vislumbrar um pouco desse poder que ele diz.

Sabe uma coisa que pode lhe ajudar a constatar que essa alegria está acontecendo com você? Rir de si mesmo do nada. Você simplesmente para por um momento e começa a rir sem motivo algum.

De onde vem esse motivo para rir? De lugar nenhum externo. Vem do seu coração que encontrou sua essência. Se você ainda não experimentou isso, recomendo que continue se autoconhecendo, porque é deliciosa essa sensação e palavras são reducionistas demais para descrevê-la…

Tem outra coisa que está ligada ao que o Deepak Chopra colocou e pode lhe ajudar a atingir esse estado de plenitude, se chama DESAPEGO.

Quanto mais desapegados aprendemos a ser, mais abrimos espaço dentro da gente para instalar essa alegria, entende? Como a alegria pode fazer morada em você se você enche o seu coração com coisas? Difícil concorda comigo?

Para elucidar o que estou dizendo, compartilho algumas sábias palavras do místico oriental Osho:

“Não se agarre a nada. Agarrar-se é a causa de sermos inconscientes.

Se você começar a se desprender, uma tremenda liberação de energia acontecerá dentro de você. A energia que estava envolvida no apego às coisas trará um novo amanhecer ao seu ser, uma nova luz, uma nova compreensão, um tremendo descarregar – nenhuma possibilidade para a miséria, a agonia, a angustia.

Ao contrário, quando todas essas coisas desaparecem, você se encontra sereno, calmo e tranquilo, numa alegria sutil. Haverá um riso no seu ser.

Se você se tornar desapegado, você será capaz de ver como as pessoas estão apegadas a coisas triviais, e quanto elas estão sofrendo por isso. E você rirá de si mesmo, porque você também estava no mesmo barco antes. O desapego é certamente a essência do caminho.”

****************

Está vendo só? Mais uma vez voltei ao riso sem motivo! Você sabia que a nossa natureza é risonha? Porém, nos afastamos dela por conta da nossa GANÂNCIA. Queremos tudo a qualquer custo para si e ainda no tempo mais curto possível.

Sabe qual será o único resultado dessa busca? FRUSTRAÇÃO.

A ganância é um dos venenos que nos mata aos poucos. Que tal aprender a ser cada vez mais desapegado? Garanto a você que seguir essas sugestões desses mestres citados e tantos outros, sua felicidade e realização serão outras!

O DESAPEGO É A ESSÊNCIA DO CAMINHO

Desapegue-se de tudo aquilo que vem puramente do EGO, que desta forma você vai limpando o seu coração aos pouquinhos e deixando surgir esse REINO DOS CÉUS que tão bem o mestre dos mestres nos revelou. E onde está ele? DENTRO DE NÓS.

Muita luz no seu caminho!

Recomendado para você