Artesanato da Mente

A vida faz troça dos nossos deveres autoimpostos

Um dos grandes mestres da humanidade que muito me ensina e inspira é o mestre Yogananda. Farei uma breve reflexão sobre o quanto a maioria de nós se impõe deveres que muitas vezes são apenas fruto do ego exacerbado.

A seguir estão algumas palavras dele repletas de sabedoria, extraídas do seu livro “Jornada para a autorrealização”, que se você ler com bastante atenção, pode lhe ajudar a dar o melhor de si sem querer se envaidecer nem se exigir além da conta. Confira…

***************

“A vida é totalmente impiedosa e faz troça dos deveres autoimpostos. Os compromissos e esforços para satisfazer os desejos, mesmo os meritórios, são instantaneamente cancelados quando chega a morte. Por que dar tanta importância à vida? No entanto, você tem que se manter ocupado mesmo assim; mas não esqueça que a vida é só uma peça. Represente bem o seu papel, mas com o pensamento em Deus. Cumpra seus deveres porque quer agradá-lo. Fugir dos deveres não o salvará, pois não é isso que Deus quer. Ele Próprio está sempre ocupado, administrando o universo em nosso benefício.

Nada poderia ser criado ou realizado por ninguém se não tivesse nascido primeiro na mente de Deus. Somos apenas Seus instrumentos e recebemos o poder de efetuar inovações e modificações tanto para nossa melhoria quanto para a do próximo. Use a habilidade criativa que lhe foi concedida por Deus e que é a base do sucesso. Tente melhorar o que já foi feito, seja o que for. A pessoa criativa está entre os melhores instrumentos de Deus, pois faz melhorias em si mesmo e no que a evolução fez até agora no ambiente terrestre. Deus age por intermédio de tais pessoas inovadoras desejosas de ajudar.”

Paramahansa Yogananda

****************

É bem interessante o fato de ele tocar no assunto que quase todos fogem que é a MORTE. Todos sabemos que vamos morrer, mais cedo ou mais tarde. Infelizmente, muitos vivem como se fossem viver para sempre e se iludem com o pensamento egóico de que são insubstituíveis. Mais uma vez eu repito, não existe ninguém insubstituível.

Ficou chocado? Calma! Vou esclarecer isso pra você! No que se trata de humanidade, de unidade com o todo. Cada ser humano é de fato insubstituível. Mas eu estou falando aqui sobre sua UTILIDADE no mundo! Aquilo que você faz certamente pode ser feito por outra pessoa e VAI SER FEITO depois que você partir desse mundo!

Ter essa consciência pode nos ajudar a seguirmos mais leves pela vida. Eu, por exemplo, sou professor de Física e Matemática, escrevo na internet e estou começando a trabalhar como terapeuta.

Se eu morrer, tenho a plena convicção de que outro professor assumirá o meu lugar, novos escritores surgirão falando sobre os mesmos temas que eu, talvez até com mais clareza e de forma mais interessante do que eu e surgirão outros terapeutas para ajudar na cura emocional das pessoas.

Eu sei que existe o fato de que tudo o que eu faço carrega a minha energia e o meu jeito de ser, porém, tudo isso é superável, pode ser adaptado muito tranquilamente pelas pessoas.

Eu consigo falar sobre essa temática da morte com muita abertura porque aprendi com os grandes mestres a não ter nenhum medo dela. Muito pelo contrário, eu tenho a morte como uma grande amiga, que em alguma esquina que eu não sei, ainda vai me beijar, parafraseando o grande Raul Seixas.

Agora um outro ponto muito importante que o Yogananda cita é sobre você se manter OCUPADO. É fundamental que nos mantenhamos ocupados, porque você conhece bem aquele velho ditado que diz: “aquilo que não é usado atrofia”. E atrofia mesmo!

Você sabe que é assim, e nesse texto estou apenas reforçando isso! Infelizmente existem muitas pessoas, principalmente aquelas que vão ficando mais velhas, que tem uma falsa impressão de que não tem mais tanto à contribuir com as pessoas e com a sociedade, mas isso não passa de pura ACOMODAÇÃO. A pessoa vai deixando de ser ativa e com isso vai deixando de ver o imenso potencial que tem para ajudar os outros seja de que forma for.

Procure você nunca se importar com a idade ou com as suas condições de realizar algo em prol do beneficio das pessoas. Sempre há algo que pode ser feito. Seja você um mega intelectual, seja você um analfabeto, ou um rico empresário, ou um assalariado que ganha apenas o suficiente para sobreviver. Acredite! Você tem algo dentro de você mesmo que pode ajudar imensamente as pessoas. Procure desenvolver esse potencial. Pois dessa forma você estará agradando a Deus e seguindo o caminho do sucesso, como tão bem nos fala o mestre Yogananda.

Concluo esse texto refletindo sobre essa frase final do Yogananda. Ela é muito verdadeira! Quando você se abre para ser um canal de Deus na Terra, você acaba se tornando uma pessoa inovadora, porque tudo aquilo que vem de Deus tem um poder muito grande e transformador.

Eu tenho procurado cada vez mais ser esse canal por onde a sabedoria de Deus possa fluir. De vez em quando alguns leitores me perguntam mais ou menos assim: “De onde vem tanta inspiração?”. Nessa hora eu respondo com toda humildade: de mim mesmo não vem praticamente nada. Se aquilo que eu escrevo vem a tocar o coração de alguns leitores é porque eu me deixei ser um canal por onde a sabedoria de Deus se fez presente.

Vou contar um segredo para você. Procure ler com bastante atenção! Eu não fico me cobrando ter sempre o que dizer e o que escrever. Eu só escrevo quando percebo que aquilo que tenho a transmitir pode ser algo que engrandeça aos leitores e agregue valor.

Quando eu não tenho essa inspiração simplesmente não escrevo nada. Fico quieto, silencioso, contemplativo e em estado meditativo. Até que eu outro momento novamente vem novas inspirações.

Procure levar isso para a sua vida diária em tudo o que se propor a fazer. Eu garanto a você que os seus resultados serão cada vez melhores e tocarão mais o coração das pessoas, seja em que área você atuar.

Sem autocobranças excessivas e sem acomodações! Esse é o famoso CAMINHO DO MEIO. O caminho perfeito ensinado pelos grandes mestres para que alcancemos o sucesso e a plenitude na vida…

Recomendado para você