Artesanato da Mente

Um caminho infalível para vencer a depressão e ser mais feliz

Estamos vivendo um verdadeiro surto de DEPRESSÃO pelo mundo afora e muitos se questionam o que levou a esse surto? Claro que uma explanação minuciosa disso requereria no mínimo páginas e páginas.

Porém, pela minha experiência de vida e pelo que venho aprendendo, posso afirmar que determinados sentimentos são como um alimento para a instalação dessa doença. Inspirado em algumas palavras do mentor espiritual do querido Chico Xavier, o André Luiz. Convido você a refletir junto comigo sobre isso.

***********

Respostas da vida

A lembrança amarga não consertará o passado. 
A tristeza não lhe trará luz ao pensamento.
O desânimo não tem condições de prestar auxílio.
O azedume não pacifica o mundo íntimo.
A revolta não lhe fará ver o caminho justo.
A crítica é fator de mais solidão.
A irritação é a companheira do fracasso.
A intolerância afasta a simpatia.
O ressentimento é veneno em você mesmo.
A condenação é treva que se espalha.
Evitemos esses agentes do contra e procuremos trabalhar, na certeza de que, servindo, encontraremos a bênção da alegria por nosso clima permanente de luz.

André Luiz

************

O próprio título já diz tudo: “Respostas da vida”. Não canso de repetir que construímos nossa vida no dia a dia, no aqui agora, e tudo aquilo que nós semeamos iremos colher mais cedo ou mais tarde. Se você está lendo esse texto é porque certamente quer semear o bem e ser mais feliz. Para receber essa resposta da vida, um caminho infalível que ele propõe é o SERVIÇO.

Sempre que leio ou escrevo sobre o serviço retomo a própria palavra: SER + VIÇO = viço no ser. Em outras palavras, para servir com alegria é preciso ter viço no ser, força interior, determinação, propósito de vida.

Cada vez mais a depressão vem crescendo porque é gigantesco o número de pessoas que vive no piloto automático, ansiando por riqueza material, por fama, por status, por reconhecimento. É um olhar egocêntrico para a vida. Não dá pra viver a vida inteira assim sem adoecer. Uma hora o corpo responde a tanta autoagressão!

Quem olha só para o próprio umbigo não consegue escapar desses sentimentos enumerados pelo André Luiz. Perceba! (Lembrança amarga/Tristeza/Desânimo/Azedume/Revolta/Crítica/Irritação/Intolerância/Ressentimento/Condenação).

10 sentimentos deletérios que ao observar bem, você verá que todos estão carregados de PASSADO ou de FUTURO. Quem de fato vive no aqui e agora não aciona nenhum desses sentimentos.

O serviço leva você a prestar mais atenção ao que está fazendo no momento presente e canaliza sua energia para as outras pessoas ou algum projeto que venha a beneficiar muita gente.

Como diria o mestre Rubem Alves, se aprendêssemos a ouvir mais exercitando a “escutatória”, desenvolveríamos muito mais EMPATIA e passaríamos a AGRADECER pelas inúmeras bênçãos que temos. A ingratidão também pode ser acrescentada a esses 10 sentimentos colocados, porque ela obscurece nosso olhar para o que temos de bom dentro de nós e o bem que os outros nos fazem.

Em minha opinião, a gratidão é um transmutador de sentimentos incrível. Com ela você transforma a lembrança amarga em mera lembrança, a tristeza em alegria, o desânimo em ânimo, o azedume em doçura, a revolta em paz, a crítica em elogio, a irritação em serenidade, a intolerância em tolerância, o ressentimento em perdão, a condenação em absolvição ou respeito.

Esses novos sentimentos são lindos não acha? Como ter depressão nutrindo todos eles dentro de você hein?

Portanto, comece agradecendo por todas as bênçãos que já tem, que certamente são muitas e ouça mais as outras pessoas. Dessa forma você encontrará “n” formas de servir, se tornando assim muito mais feliz e pleno…

“Adormeci e sonhei que a vida era alegria; despertei e vi que a vida era serviço; servi e vi que o serviço era uma alegria.”

Rabindranath Tagore 

 

Recomendado para você