Asas e Flaps

Aeronaves torpedeiras, projetadas com o objetivo de atacar navios com torpedo

A Marinha do Brasil usou esse tipo de avião, na sua versão hidroavião-torpedeiro, aviões esses tanto biplanos como monoplanos, esses últimos em operações navais da Segunda Guerra Mundial, operados em navios mercantes, adaptados para a guerra.

Os torpedeiros em suas várias versões operacionais, foram desenvolvidos nos finais da Primeira Guerra Mundial e durante a Segunda Guerra Mundial, aperfeiçoados, onde foram importantes em várias batalhas, por exemplo no ataque Britânico na batalha de Taranto e no ataque Japonês a Pearl Harbor.

Este tipo de avião desapareceu quase imediamente após o fim da guerra, sendo substiduidos por outros aviões mais comuns, e por sua vez por misseís. Desde os anos 50 alguns helicópteros começaram a ser capazes de lançar torpedos, mesmo sendo utilizados para combate anti-submarino em vez de combate aéreo. Passando então a servirem como defesas para fragatas e porta-aviões.

Batalhas

Algumas das batalhas em que foram utilizados torpedeiros:

  • Segunda Guerra Mundial:
    • Batalha de Taranto (12 de Novembro de 1940), a RAF utiliza 21 bombardeiros Fairey Swordfish para atacar a frota Italiana;
    • Ataque a Pearl Harbor (7 de Dezembro de 1941), a Marinha Imperial Japonesa utiliza mais de 200 bombardeiros para atacar a frota americana de Pearl Harbor.

    Fonte: Wikipedia

    http://www.youtube.com/watch?v=UYI5HBpitmU