Asas e Flaps

Nunca vi, sempre gostei

1280px-Skywork_Dornier_328_in_BernEste avião de origem alemã, criado pela lendária Dornier, localizada em Oberpfaffenhofen, possui a configuração de asa alta, empenagem em T, motores PW119 e transporta 32 passageiros, logo um competidor do Embraer 120 Brasília e Saab 340. O protótipo voou a primeira vez em 6 de Dezembro de 1991 e entrou em serviço em Outubro de 1993. A Dornier, famosa pelo modelo 228, um avião STOL com perfil de asa supercrítica, buscou no 328 um avião maior (O DO228 transporta 19 paxs), com configuração 1+2 (três poltronas por fileira). A asa herdada do DO228, permitiu ao novo avião uma excelente velocidade de cruzeiro e capacidade de subida, aliado a um motor de 1.900 Shp. Mas, no entanto o projeto, chegou ao mercado quando outros competidores já haviam se fidelizado junto aos clientes, resultado? Poucos aviões vendidos e ainda por cima teve uma versão a jato, que é o DO328-300JET. A Dornier foi adquirida pela Fairchild e pensou alto ao criar o Dornier 728, que seria um competidor direto do Embraer 170, que não deu certo e ainda a levou a fechar as portas. Os Dornier 328 são hoje suportados pela S328 SUPPORT SERVICES GMBH, que é quem detém o certificado de tipo e mantem a aeronavegabilidade.

20382_1193902677

O avião possui uma aviônica e cockpit bonitos e de boa operacionalidade, voando a até 31.000 pés com 620Km/h de velocidade típica por até 1850Km. É equipado com aviônica Honeywell Primus 2000, com telas com PDF, NAV, EICAS, silêncio a bordo graças ao conjunto hexapá de seu motor. Os vídeos que pude assistir desse avião, atestam o silencio, ao contrário dos competidores EMB120 e SAAB 340. No Brasil jamais operou, apesar de um estudo tímido por parte da InterBrasil, no entanto no Equador e Colômbia são até populares, especialmente neste ultimo onde voa na ADA e SATENA. Suas versões são 328-110, 328-120, 328-130 e a 328-300 ou 328JET. A diferença entre os -100 é que o 110 é o básico com maior alcance e pesos, o -120 é a evolução da performance STOL e o -130 possui um leme progressivo que reduz a deflexão do leme em velocidades altas (falarei futuramente de como funciona isso, utilizando o sistema TLU do ATR).

Hoje cerca de 70 Dornier 328, dos mais de 160 construídos estão na ativa, sendo um dos maiores operadores mundiais a SkyWork da Suíça e a Colombiana Satena. No Chile um operador possui este avião, então diria que é o mais próximo de nós. Suas medidas principais são 21.1 metros de comprimento com 20.98m de envergadura. Seu peso máximo de decolagem é de 13.990Kgs (mais que o EMB120).

Aviãozinho bonito e simpático, nunca vi, mas sempre gostei!

Fonte: http://www.avioesemusicas.com/

Recomendado para você