Asas e Flaps

BRITISH AIRWAYS APOSENTA ÚLTIMO BOEING 767 DE SUA FROTA

Fiz recentemente vôo Fortaleza – Miami – Fortaleza no 767 da Latam e sinceramente não gostei. Uma grande aeronave porém desconfortável.

Assentos muito estreitos e as distâncias entre os assentos dianteiros e traseiros muito apertadas.

Faço uma ressalva sobre o trabalho impecável da tripulação. Decolagens e pousos perfeitos, comissárias de bordo atenciosas , inclusive administrando um desagradável conflito entre dois passageiros bem do meu lado. Depois me ofereceram um chá bem quente, que muito me serviu, estava tremendo de frio. Depois me dirigi á galley para tomar mais chá e em agradável papo com duas comissárias me explicaram com muita paciência que a aeronave não podia aquecer mais por algo relativo a pressurização do aparelho. Me apresentei como jornalista especializado em aviação (Jornal O POVOonline) e pedi permissão para fotografa-las e pedi os nomes , que infelizmente não gravei, Mas ai vai abaixo a foto destes dois anjos dos ares. Quem as conhecer por gentileza mande os nomes destas dedicadas tripulantes

 

O G-BZHA, último B767 com as cores da British Airways

O G-BZHA, último B767 com as cores da British Airways

Após mais de 28 anos de história, a British Airways aposentou o último exemplar do Boeing 767 ainda operante em sua rota. O modelo foi responsável por realizar mais de 425 mil voos sob a bandeira da aérea britânica e em seus últimos anos estava escalado para rotas de curta duração. Com investimento bilionário, a renovação da frota será liderada pelas famílias Boeing 787 Dreamliner e Airbus 350.

Em fevereiro de 1990, em um voo entre Londres e Paris, iniciava a trajetória do Boeing 767 na British Airways. “O 767 foi parte brilhante da nossa frota, voando para as rotas mais populares e oferecendo aos clientes um serviço que era considerado de primeira em seu tempo”, relembra o diretor de Operações de Voo da British Airways, Capitão Al Bridger.

LEIA TAMBÉM:
British Airways anuncia compra de três Boeing 777-300ER

Com 15 mil voos operados, a rota entre a capital inglesa e Frankfurt, na Alemanha, foi o itinerário mais repetido nesses anos todos. Inicialmente utilizado em rotas de longa distância, como voos para Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, Nova York, nos Estados Unidos, e Calgary, no Canadá, nos últimos anos o 767 foi designado a realizar rotas curtas dentro da Europa.

O último voo comercial do 767 pela British Airways aconteceu a bordo da aeronave G-BZHA, entre Lárnaca, no Chipre, e Londres. Calcula-se que em 20 anos de vida, esta unidade sozinha transportou quatro milhões de passageiros em 23 mil voos. “É apropriado que no momento em que o último 767 deixa a frota, nós recebemos nosso 30º B787, outra aeronave líder na indústria, que oferece uma excepcional experiência de voo”, completa Bridger.

SAIBA MAIS:
Conheça os detalhes das poltronas do B777 da British

O B787 Dreamliner citado é o modelo mais novo na frota da aérea. Segundo a companhia, ele é 40% mais silencioso que outras aeronaves e consome 20% menos combustível. Ainda em 2018, a British espera receber seu primeiro Airbus 350, encomenda de 4,5 bilhões de libras que representa uma renovação de frota para os próximos cinco anos.

Fonte: AIRWAY – tudo sobre aviação

Recomendado para você