Assim Caminha a Humanidade

A poesia e Psicanálise

O poeta é uma forma de ser no mundo. O poeta nos ajuda a traduzir e contornar algo de intragável no mundo: a realidade e a ausência de sentido. Assim a poesia nos protege de um absolutismo da realidade.

O poeta nos faz enxergar nas letras o que o olho desnudo não é capaz por si só.

Sinto que todo apaixonado já tentou ser poeta em algum momento. O que se torna possível quando pensamos o poeta, não como um ofício ou profissão, mas como uma forma de ser no mundo a partir de uma linguagem ou uma narrativa.

Para Lacan, “o poeta seria aquele que estabelece uma nova relação simbólica com o mundo”. A poesia nos apresenta uma visão de mundo. “Aonde quer que eu vá, eu descubro que um poeta esteve lá antes de mim…”, disse certa vez Freud.

Muitas vezes a ciência tenta comprovar o que um poeta já disse anteriormente. “(…) Entretanto, ambos, olhamos através da janela da alma” (Arthur Schnitzler para Freud).

[WILLIAM MAC-CORMICK MARON, psicanalista]