Assim Caminha a Humanidade

Ep. #13: “La Casa de Papel: Revolucionários ou posers?”

Em 2018, La Casa de Papel se tornou a produção em idioma não inglês mais vista na Netflix em todo o mundo. E não faltam explicações para o sucesso da série espanhola: desde o ritmo ideal para uma plataforma de streaming até a crítica que faz ao capitalismo financeiro.

O professor Wilson Ferreira, do site Cinegnose, diz: “A produção tematiza as consequências sócio-econômicas da crise do euro e da especulação financeira no país: o desemprego, a perda de direitos sociais e a falta de perspectivas de toda uma geração”. Wilson descreve a Espanha, embora pudesse estar descrevendo a maioria dos países sob o turbocapitalismo atual. Mas, afinal, os personagens de La Casa de Papel são realmente anti-establishment? Ou apenas aspirantes a bon vivant?

Neste episódio, Pati, Heráclito e o professor Márcio Arthoni, convidado especial, refletem sobre isso e também analisam alguns mitos que se relacionam com a história. Sem esquecer, CLARO, de falar da máscara de Salvador Dalí, que virou ícone incontestável da série.

Ouça em outras plataformas:

DEEZER

iTUNES

GOOGLE PODCASTS

***

INSTAGRAM: @assim_caminha

***

Apresentação: Pati Rabelo e Heráclito Pinheiro

Roteiro: Pati Rabelo

Consultoria: Heráclito Pinheiro

Edição: Bruno Melgácio

Áudio: André Silvestre

Coordenação de produção: Chico Marinho

Estratégia Digital: João Victor Dummar

 

Recomendado para você