Ativa Idade

Conheça quatro destinos perfeitos para fazer uma viagem romântica na terceira idade

Independente do roteiro turístico, seja nacional ou internacional, viajar acompanhado (a) é uma das melhores maneiras de conhecer lugares novos

É sempre prazeroso programar aquela viagem dos sonhos. E quando o motivo é uma viagem romântica, fica ainda mais especial organizar todos os detalhes, principalmente na terceira idade. Já pensou passar uma tarde na Torre Eiffel, em Paris, ou descansar em um dos paraísos de Jericoacoara, no Ceará? Por isso, selecionamos quatro destinos que vão lhe proporcionar ótimas horas de tranquilidade e sossego com o (a) parceiro (a). Confira:

Paraty, Brasil
Batizada com o nome de um peixe local, Paraty é conhecida, principalmente, devido ao seu caráter cultural e arquitetônico. O centro da pequena cidade é um monumento histórico nacional graças a presença de prédios coloniais bem preservados, nos quais são considerados pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) o conjunto arquitetônico colonial mais harmonioso do País. Para conhecê-lo, o indicado é fazer um tour turístico guiado por profissionais experientes. O passeio pode apresentar várias construções, como a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios e o Porto de Paraty. Por conta desses e outros atrativos, como a gastronomia, o destino atrai milhares de visitantes durante o ano inteiro.

Para aqueles que gostam de mar ou praia, o lugar é um verdadeiro sonho, pois os turistas podem fazer passeios de barco para explorar as maravilhosas praias e ilhas rodeadas de Mata Atlântica. Assim, durante o programa, é possível pegar um trem para explorar todas as plantas e animais da vegetação tropical. Por outro lado, caso não deseje fazer esse deslocamento, também é possível vivenciar bons momentos na Praia do Jabaquara, localizada próxima ao centro histórico da cidade. A região apresenta águas calmas e dispõe de restaurantes, quiosques e pousadas. O destino é ideal para fazer caminhadas e tomar banho de mar sem pressa. O acesso pode ser dado a pé, de bicicleta, de carro, de ônibus e até mesmo de táxi.

Para conhecer esse paraíso perdido do Rio de Janeiro, a tarefa não é das mais simples. A cidade recebe vários eventos culturais ao longo do ano, como festivais de cinema e de gastronomia, o que pode aumentar os preços dos serviços. Por isso, é fundamental checar a programação do local com antecedência.

Jericoacoara, Brasil
Para vivenciar bons momentos a dois, não é necessário ir tão longe de casa. A cidade de Jijoca de Jericoacoara, também conhecida como Jeri, reúne vários cenários paradisíacos dignos de filmes de Hollywood. Localizado a aproximadamente 300 km de Fortaleza, o destino cearense possibilita que os visitantes possam conhecê-lo em qualquer época do ano, embora, os períodos de baixa temporada sejam mais calmos, como agosto e outubro.

O maior símbolo da região é a Pedra Furada. Quando a maré está baixa, dá para ir caminhando pela praia, até chegar ao curioso cenário natural, no qual apresenta uma pedra enorme com uma fenda no meio, onde várias pessoas tiram fotos. Depois das férias de julho, é possível encontrar um fenômeno que deixa este lugar ainda mais bonito: o sol se pondo no meio da estrutura petrificada. Caso deseje um pouco mais de conforto e praticidade no passeio, uma sugestão é contratar algum tour turístico de buggy, que pode ser adquirido sem qualquer tipo de dificuldade.

Outro destaque do destino é a Lagoa do Paraíso, na qual apresenta águas cristalinas em diversos tons de verde e azul. Uma tradição do lugar é colocar redes dentro da “piscina” natural, sendo uma excelente oportunidade para descansar com a (o) companheira (o). Vale ressaltar que Jeri é uma atração por si só. Afinal, ela dispõe de vários pontos turísticos, além de lojinhas e restaurantes charmosos, sendo possível comprar artesanatos e saborear pratos deliciosos.

Paris, França
Que tal conhecer a cidade mais romântica do mundo? Nela, é possível saborear um bom croissant de chocolate em um restaurante próximo da Torre Eiffel. Em Paris, na França, é fácil esquecer os problemas e embarcar num mundo completamente novo, podendo vivenciar novas aventuras e culturas, seja na gastronomia ou na arquitetura. O Museu do Louvre, por exemplo, guarda inúmeras coleções e obras valiosas, como a Mona Lisa, a Vitória de Samotrácia e a Vênus de Milo, dispondo de mais de oito mil anos de história oriental e ocidental. Assim como outros espaços artísticos da Europa, como teatro, este oferece meia entrada para os aposentados.

Para explorar cada um desses pontos, o indicado é visitar o destino na primavera (junho) ou no verão (setembro). Em ambos os períodos, é possível fazer um piquenique na Pont des Arte, sendo uma das grandes tradições do local. O costume diz que as pessoas devem levar uma boa garrafa de vinho e algum petisco, como baguete, para degustar sob as luzes da cidade. O momento é ideal para traçar novos rumos na vida do casal.

Em paralelo, essas duas épocas do ano também reservam grandes espetáculos no maior monumento de Paris, a Ópera Garnier, construída pelo arquiteto Charles Garnier no final do século XIX. Não é à toa que o edifício tem uma decoração suntuosa, com mármore veludos, candelabros de ouro e espelhos, bem ao estilo luxuoso da época. Além de promover apresentações artísticas grandiosas, o local reserva espaços como biblioteca e restaurante, podendo ser frequentados antes ou depois das peças.

Buenos Aires, Argentina
Conhecida por sua arquitetura de estilo europeu, a cidade de Buenos Aires é ideal para viver uma viagem agradável com a pessoa amada. Os turistas podem realizar atividades como passear pelos parques e curtir restaurantes da capital argentina. Mas se você gosta de dançar, não pode deixar de conhecer o tradicional tango. Na região, encontram-se várias casas especializadas na execução de espetáculos desse ritmo musical. É uma ótima oportunidade para se exercitar na terceira idade.

Museus e espaços culturais também merecem destaque no seu roteiro turístico. Por isso, você pode visitar o Museo Latinoamericano de Buenos Aires (Malba), no qual abriga obras como Frida Kahlo, Diego Rivera e Tarsila do Amaral, e o Museo Nacional de Bellas Artes (MNBA), que mantém coleções de Picasso, Vincent Van Gogh e Monet. É importante ressaltar que ambos os locais estão abertos diariamente e oferecem meia entrada para os aposentados. A ocasião é perfeita para aprender um pouco mais de arte internacional ao lado da (o) parceira (o).

Além disso, existe mais um destino no qual os visitantes não podem deixar de conferir: o bairro La Boca. Com influências italianas e espanholas, o espaço possui duas grandes atrações: o estádio La Bombonera, do time Boca Juniors, e a rua Caminito, onde ficam várias casas coloridas construídas com tábuas de madeira, placas e telhas de metal. Restaurantes e bares também se integram ao bairro, possibilitando saborear inúmeras especiarias, indo de pratos à base de carne a vinhos refinados.

Antes de explorar Buenos Aires, os aventureiros devem estar atentos ao clima da região. O sugerido é que eles façam suas viagens nos meses de outubro e novembro, conhecidos por apresentar temperaturas agradáveis.