Beleza e Saúde

Cuidados antes de correr

08bu2502 (2)

Marcus Strozberg (FOTO), pioneiro da Medicina do Esporte, em Fortaleza, foi a sensação em my quadro de Tendências, no programa Viva Fortaleza, com Isabel Andrade, na TV OPOVO. O médico falou sobre os riscos de pegar os tênis e sair por aí correndo

 Roberta Fontelles Philomeno – O cearense pegou gosto pela corrida?

Marcus Strozberg – A corrida de rua é uma prática que virou mania nacional. O aumento significativo no número de provas é um termômetro.

 RFP – Por que só agora todo mundo resolveu correr?

MS – As pessoas descobriram que é um exercício barato e se pode fazer sem agendamento. A beleza de nossa cidade já é um convite. A Beira-Mar oferece um percurso de 6 km (do Mucuripe ao Ideal Club) e de 9km (do Mucuripe à Ponte Metálica). Uma distância boa que, dependendo do preparo do corredor, é realizada em 1h.

 RFP – Quais os riscos de correr sem orientação profissional?

MS – As pessoas hoje não querem apenas correr, desejam superar limites. Correm olhando para o relógio e exigem de si postura atlética. Então, correm o perigo de se machucar, expõem-se a lesões ortopédicas, de articulação… Sem falar nos riscos cardíacos e morte súbita.

 RFP – O que o senhor indica para quem é sedentário e deseja correr?

MS – Fazer avaliação médica (planejamento médico para potencializar os resultados, em um tempo mais curto). O exame de Ergoespirometria (exame gold stand) é o mais indicado para quem deseja praticar atividade física com segurança. Avalia a função cardiorrespiratória e muscular.

 RFP – Gordinhos podem correr?

MS – Todo gordinho é forte e pode correr sim. Sempre digo, quem pode caminhar, vai caminhar rápido e quem pode caminhar rápido daqui a pouco vai correr. É apenas uma questão de tempo.