Beleza e Saúde

Sobre o Congresso Internacional de Micro-pigmentação

FOTO KLÉBER A. GONÇALVES

Sônia Mesquita (FOTO), terapeuta capilar, fala das novidades do Congresso Internacional de Micro-pigmentação, realizado recentemente em SP, com a presença do professor Alfredo Gonzáles, diretor da Universidade de Cosmetologia do Texas.

ROBERTA FONTELLES PHILOMENO – Quais as novidades do Congresso Internacional de Micro-pigmentação?
SÔNIA MESQUITA – Foram as apresentações dos tratamentos com agulhas secas que removem cicatriz, trabalham estrias e linha de expressão e a micropigmentação de auréolas dos seios, indicada para mulheres que sofreram mastectomia (cirurgia de remoção completa da mama). Bem como o aumento da linha labial, o efeito são lábios aparentemente maiores e com cor natural.

RFP – Na hora da micropigmentação, sei que são levados em conta a simetria do rosto, pigmentos inorgânicos e sub-tom da pele da cliente. Mas o que é mesmo sub-tom?
SM – Sub-tom da pele é definido pela melanina predominante na cor .O motivo mais comum para que a micropigmentação degrade para tons indesejáveis (como as horrendas sobrancelhas azuis) é a falta de conhecimento de alguns profissionais sobre a técnica. Devemos observar alguns fatores para sabermos se uma cliente tem melanina quente ou fria, cor de cabelos, lábios, mucosas, olhos, pele e auréolas. Tudo tem de ser avaliado. Conhecendo bem os sub-tons de pele da cliente podemos realizar neutralização, corrigir procedimentos mal sucedidos e assim por diante…

RFP – Qual a duração da uma micropigmentação?
SM – A duração média da micropigmentação é de um a dois anos. Só que, pela constante descamação da epiderme, exposição ao sol e o uso de ácidos a duração do procedimento pode ser menor.

SERVIÇO
Sônia Mesquita Capilar
Av. Santos Dumont, 6649
Tel: (85) 3262-4289