Beleza e Saúde

PILATES FUNCIONAL E PILATES CLÍNICO: DESCUBRA A DIFERENÇA

Os benefícios do Pilates para o corpo e a mente são inúmeros. Os exercícios de Pilates são bons para aumentar a elasticidade, resistência força, fortalecer os músculos pélvicos, melhorar a respiração e a postura, sendo um ótimo complemento para quem já pratica musculação. Segundo a fisioterapeuta e instrutora de pilates do Fit Body Pilates Spa & Estética, Mariana Novaes, existem duas modalidades de pilates: Clínico e Funcional.

walkoverlight3

Quem pode fazer o Pilates Funcional?
Essa técnica é indicada para quem deseja conquistar um abdômen definido, um corpo firme, não gosta de academias e não possui nenhuma patologia na coluna, pois assim é possível fazer todos os exercícios. A prática do Pilates Funcional permite o ganho de força, resistência, alongamento, coordenação, velocidade, equilíbrio e tonificação. As aulas são dinâmicas e o desgaste físico não é intenso, em virtude da grande diversidade de exercícios com poucas repetições. O corpo inteiro consegue ser trabalhado mesmo que o movimento seja executado por, apenas, uma parte dele.
E o Pilates Clínico para quem é indicado?
O Pilates Clínico é recomendado para as pessoas que sofrem com alterações posturais, desequilíbrios musculares, problemas articulares, fibromialgia, dor lombar, dor cervical, hérnia de disco, tensão muscular, entre outras doenças. “Além de tratar a dor, os exercícios do pilates também proporciona uma qualidade de vida melhor, uma vez que trabalha a postura, força muscular, flexibilidade, coordenação motora e equilíbrio”, ressalta Mariana.
A aula pode ser feita em grupo de 2 pessoas ou individual. Geralmente, tem duração de 60 minutos sendo ministrada por um fisioterapeuta.

Recomendado para você