Beleza e Saúde

Cirurgiã plástica Sídia Holanda tira todas as dúvidas sobre o bigode chinês

2304bu0209

2304bu0210

Cirurgiã plástica Sídia Holanda

 Sídia Holanda (FOTO) fala do bigode chinês, rugas que se estendem do canto do nariz às extremidades dos lábios, chamados sulcos nasogenianos. “As principais causas são a genética, o envelhecimento natural da pele, fumar, emagrecer demais, alimentação não saudável, se expor erroneamente e sem proteção ao sol e fazer muita careta ao falar”.

 

ROBERTA FONTELLES PHILOMENO – A partir de que idade pode aparecer os primeiros sinais do bigode chinês?

SÍDIA HOLANDA – Os primeiros sinais do aparecimento desses sulcos podem surgir perto dos 30 anos de idade, variando de acordo com cada pessoa. A partir dos 40, essa marca vai ficando cada vez mais profunda por conta da flacidez da pele, da perda natural de gordura do rosto e da atrofia óssea,  fazendo a pessoa parecer mais velha e com a expressão cansada.

 

RFP – O que fazer?

 SH – O uso de protetores solares e produtos à base de ácidos retinóico, glicólico e hialurônico, além de não fumar e manter o peso com uma alimentação saudável são algumas medidas que podem ser feitas para ajudar a retardar e até suavizar o problema.

 

RFP – Como eliminar o bigode chinês?

SH – Uso de preenchimento com substâncias absorvíveis, como ácido hialurônico e hidroxiapatita de cálcio. Produtos que devolvem o volume e suavidade do sulco. Se além o bigode chinês é pronunciado e pele estiver muito flácida, a melhor solução é partir para o lifting facial. Se ainda assim a marca persistir, dá para associar ao procedimento a chamada lipoenxertia de gordura, com a gordura extraída do joelho, da barriga ou da coxa do paciente, tratada e injetada no sulco.