Beleza e Saúde

FEBRE AMARELA: VACINAR É A MELHOR SOLUÇÃO

0502cs2501

Médica Lara Maia, da Imunize Clínica de Vacinação

1 – O mosquito Aedes Aegypti tem sido um grande problema no Brasil nos últimos anos. Além de transmitir a dengue, no ano passado foram constatados, também, casos de Zyca vírus transmitidos pelo mosquito. O ano mal começou e o Aedes Aegypti já traz novos problemas, já que ele é o responsável pela transmissão de mais um vírus perigoso, o da febre amarela que invadiu Minas Gerais e está assustando todo o País.

2 – O médico Adriano Costa, coordenador da equipe médica do Docway, de Curitiba (PR), alerta que a febre amarela pode levar a óbito em menos de uma semana se não for diagnosticada e tratada corretamente. Então, fique de olho aos sintomas para proteger você e sua família. Os sintomas mais comuns são febre de início súbito, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Mas não é preciso entrar em pânico, porque a maioria das pessoas apresenta melhora após os sintomas iniciais.

0502cs2502

 

A vacina contra a febre amarela está disponível nos postos de saúde e na rede particular de vacinação

3 – O problema, segundo Lara Maia, cap da Imunize Clínica de Vacinação, em Fortaleza (CE), é que mais ou menos 15% dos pacientes, após a picada do mosquito, apresenta apenas algumas horas a um dia sem sintomas e, logo em seguida, desenvolve a forma mais grave da doença, rapidamente. Sofre com febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Dos pacientes graves, de 20% a 50% podem morrer.

4 – O período normal para a febre amarela apresentar sintomas varia de três a seis dias, após a picada do mosquito infectado, podendo se estender até 15 dias. O paciente infectado pode ser fonte para contaminar outros mosquitos que passarão a ser transmissores da doença. A boa notícia é que quem já teve febre amarela terá uma imunidade natural. Traduzido: “Isso quer dizer que você só tem febre amarela uma vez, na vida”, diz Lara Maia.

0502cs2503Aedes Aegypti está ligado também à transmissão febre amarela

5 – A única forma de evitar a Febre Amarela é através da vacinação, disponível nos postos de saúde e na rede particular de vacinação, índia Lara Maia. “Duas doses (aos nove meses e outra aos quatro anos de idade)”. Para quem não recebeu as doses da rotina: duas doses com intervalo de dez anos. Os viajantes para áreas com recomendação ou países que exigem o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia é recomendada uma dose. Se dez anos depois a pessoa se deslocar para a área com recomendação, uma segunda dose deve ser aplicada. “Em situações de exigência da vacinação, a primeira dose deve ter sido aplicada no mínimo dez dias antes da viagem”.

6 – No caso da febre amarela, o médico trata apenas os sintomas (dores no corpo, na cabeça…) com analgésicos e antitérmicos e deve ficar alerta para qualquer agravamento da doença. Já alguns medicamentos como os salicilatos, AAS e Aspirina, por exemplo, podem favorecer o surgimento de hemorrágicas e devem ser evitados.