Beleza e Saúde

CRIOLIPÓSILE PERSONALIZADA, COM FISIOTERAPEUTA EURÍDES ARAÚJO

O tratamento que congela a gordura localizada, a criolipólise, não é algo novo. Muitos pacientes amam e espalham aos quatro cantos os resultados com redução de medidas. Outras pessoas já fizeram e nada, ou quase nada aconteceu, a não ser ficar com um hematoma.

A fisioterapeuta Eurides Araújo explica que isso acontece por que, em alguns casos, a criolipólise é mal indicada. “Primeiro, temos de avaliar se o local apresenta gordura mesmo ou se tem retenção hídrica, com flacidez muscular e flacidez de pele”, diz.

Se o paciente apresentar retenção de líquido, a fisioterapeuta indica, dois dias antes da realização da crio, massagem detox. “O efeito imediato, modela o corpo, desintoxica com produtos de oligoelementos, ortomolecular. Alteração hormonal e retenção hídrica são sina de intoxicação.

Tem outro probleminha que diz respeito ao tipo de gordura do paciente. “Se o tecido adiposo for compacto, temos de mobilizar a gordura, deixá-la mais líquida, para só depois aplicarmos o aparelho de resfriamento e assim, levarmos mais gordura para dentro da prega”, acrescenta.

Os resultados da criolipólise são avaliados após 15 dias da sessão. “Aí damos direcionamento ao tratamento”. Para potencializar o resultado, são feitas massagens, endermologia e aparelho Cellutec.

Antes da criolipólise, fisioterapeuta Eurides Araújo analisa se o paciente necessita de tratamento anterior à sessão, para potencializar os resultados

aparelho é colocado na superfície da pele, fazendo as células de gordura sejam congeladas

Os resultados da criolipólise são avaliados após 15 dias da sessão