Beleza e Saúde

CIRURGIÃO PLÁSTICO EDUARDO FURLANI FALA TUDO SOBRE A RINOMODELAÇÃO. NARIZ PERFEITO SEM CIRURGIA

Cirurgião plástico Eduardo Furlani

Destaque no evento O POVO Noivas 2017, no shopping Riomar Fortaleza, com estande, no Lounge O POVO Roberta Fontelles Philomeno, e palestra para as noivas, cirurgião plástico Eduardo Furlani (CRM 8316 / RQE 5876) aborda o tema que, se para os cirurgiões é algo já bem debatido, para nós é novíssimo: a rinomodelação.

Um procedimento capaz de aprimorar a forma do nariz que, muitas vezes, insiste em “detonar” nossas “selfies”, nas redes sociais. Isso sem recorrer ao bisturi, já que a rinomodelação é realizada com a injeção de ácido hialurônico nas partes a serem trabalhadas, deixando o nariz mais harmônico imediatamente.

Claro que o resultado vai depender, é claro, da estrutura do nariz de cada paciente, mas é possível sim sair do consultório com àquela pontinha bem arrebitada, bem Lala Rudge. Eu fiz e aprovo!!!

ROBERTA FONTELLES PHILOMENO – O que é a rinomodelação?

EDUARDO FURLANI – Um procedimento não cirúrgico que tem o objetivo de melhorar da estética da pirâmide nasal para esculpir o nariz. São realizadas correções na giba do dorso nasal convexa, bem comum, entre nós, cearenses, ponta do nariz caída ou refina o nariz, dando a aparência de mais estreito, bem como corrige pequenos defeitos com li­geiras depressões e assimetrias que podem ocorrer após intervenção ci­rúrgica.

FOTO GÉRSON OLIVEIRA – PROJECTVISION

Eduardo Furlani profere palestra, no OPOVO Noivas 2017

RFP – Como essas correções no nariz são feitas, sem cirurgia?

EF – O procedimento é realizado usando preenchimento com ácido hialurônico. Uma substância muito segura, reabsorvível e que não apresenta potencial de rejeição por estar presente na estrutura normal do nosso organismo. O ácido hialurônico é injetado nas partes a serem trabalhadas, melhorando a anatomia do nariz imediatamente.

RFP – E quais os cuidados após as aplicações de ácido hialurônico?

EF – É bem tranquilo, não necessitando afastamento das atividades do dia a dia. Após o procedimento, é orientada a aplicação de gelo no local para diminuir a ocorrência de edema e o paciente deve usar filtro solar.

RFP – Como surgiu a técnica?

EF – A rinomodelação é fruto de uma linha de pesquisa internacional da qual faço parte através do departamento de cirurgia da Universidade Federal do Ceará (UFC) que tem apontado para a solução de diversos problemas estéticos de uma forma simples, rápida e segura. O procedimento requer um alto nível de perícia, conhecimento profundo da anatomia nasal e uma longa curva de aprendizado, incluindo a rinoplastia cirúrgica, para obter resultados adequados.

RFP – É verdade que, em alguns casos, a rinomodelação aumenta regiões do nariz? Como assim?

EF – A percepção de tamanho do nariz é, na verdade, um jogo de ilusão de ótica e que muitos narizes que parecem grandes, na verdade, possuem formas inadequadas. Aquele ossinho alto no dorso do nariz, por exemplo, muitas vezes é consequência de falta de volume na ponta ou na parte superior, próxima aos olhos e dá para corrigir na rinomodelação.

RFP – O que você considera um nariz bonito?

EF – Um nariz bonito deve apresentar linhas do dorso nasal regulares e harmônicas e a ponta elegante elevada. Nas mulheres, a elevação deve ser de 105 graus. Nos homens, de 95 a 100 graus.

RFP – Quando a rinomodelação não substitui a rinoplatia, cirurgia plástica de nariz?

EF – O procedimento não se aplica a todos. Haverá sempre condições nas quais intervenções cirúrgicas serão necessárias. No entanto, é uma luz para quem ainda não criou coragem para se operar, não pode se afastar de suas atividades ou ainda não está no momento de arcar com os custos de uma rinoplastia