Beleza e Saúde

Unimed Fortaleza investirá R$ 145 milhões em Hospital Materno Infantil. Inauguração dezembro de 2020

Projeto Fachada Hospital Materno Infantil Unimed. Previsão de inauguração dezembro de 2020

1 – Com os objetivos de melhorar o atendimento às crianças e às grávidas, com espaço dedicado ao parto humanizado, e entrega de serviços de qualidade, superando à expectativa dos clientes, a Unimed Fortaleza anuncia a construção do Hospital Materno Infantil, no bairro Guararapes, em Fortaleza (CE).

2 – A nova unidade contará com quase 20 mil metros quadrados de área construída, com investimento de R$ 145 milhões. A previsão de inauguração é para dezembro de 2020. “Fortaleza tem uma carência de hospitais voltados para esse público, por isso acredito que o Hospital Materno Infantil será um grande legado, não só para a Unimed Fortaleza, mas para toda a população do Ceará”, comemora o médico Elias Leite, presidente da Unimed Fortaleza.

3 – O hospital terá capacidade inicial de 150 leitos e estrutura completa com Centro Cirúrgico, Centro de Imagem, Laboratório e Emergência. Com o aumento da oferta, a quantidade de leitos próprios, para a linha de cuidados materno infantil, chegará a 50% e para UTI neonatal, 100%. Já a quantidade de leitos próprios para UTI pediátrica terá aumento de 150%.

Médico Elias Leite, presidente da Unimed Fortaleza, anuncia investimento de R$ 145 milhões na construção de Hospital Materno Infantil

4 – Após a inauguração da nova unidade hospitalar, todos os serviços voltados para gestantes e recém-nascidos migrarão para o Hospital Materno Infantil. Na área da Pediatria, o hospital contará com atendimento de emergência, internação clínica e cirúrgica, cirurgia ambulatorial e pediátrica e, UTI pediátrica e neonatal.

Médicos Flávio Ibiapina (diretor de Recursos Próprios da Unimed Fortaleza),  Edmar Guedes (diretor Administrativo Financeiro da Unimed Fortaleza), Elias Leite (presidente da Unimed Fortaleza) e Alberto Jr. (diretor de Provimentos e Saúde da Unimed Fortaleza).

5 – Para o atendimento à saúde da mulher, haverá emergência, internação ginecológica e obstétrica, UTI Materna, Centro obstétrico e parto humanizado. Para atender os dois públicos, a unidade contará com centro cirúrgico, centro de imagem e laboratório.

6 – “Nesse hospital, queremos prestar uma experiência de excelência para o cliente, para o médico cooperado e também para o colaborador”, conta Dr. Elias. A nova unidade de saúde terá impacto relevante para a cidade com expectativa de 15 mil atendimentos por mês e geração de 1.000 novos postos de trabalho.