Blog da Clara

DIVALDO – O MENSAGEIRO DA PAZ

DIVALDO – O MENSAGEIRO DA PAZ, o filme relata a história do medium Divaldo Franco. Convivendo com a mediunidade desde os quatro anos, Divaldo (Bruno Garcia) era rejeitado pelas outras crianças e reprimido pelo pai (Caco Monteiro). Ao completar 17 anos, o jovem decide usar seu dom para ajudar as pessoas e se muda para Salvador, com o apoio da mãe (Laila Garin). Sob a orientação de sua guia espiritual, Joanna de Ângelis (Regiane Alves), ele se torna um dos médiuns mais importantes de todos os tempos.

divaldo o mensageiro da paz

A convite da Espaço Z, tive o prazer de assistir o filme no dia 10, antes de todos, mas o filme agora está em cartaz, então você já pode conferir. O filme é ligado a doutrina espirita, pois como mostra bem a sinopse acima. Eu vou repassar a vocês a minha visão do filme. O filme tem quase 2 horas de duração, é uma biografia com pitadas de dramas. E destacando que é um filme de nacionalidade brasileira.

É muito difícil e critico lhe dar com filmes que mexem com a fé das pessoas no que elas acreditam. Eu ouvi várias criticas sobre o filme “A CABANA” por falar sobre fé, porque A CABANA não fala de Deus, não retrata religião, ele trata a fé de um homem desacreditado após a perda de sua amada filha, e quando se vai para um filme que retrata o que é divino as criticas enlouquecem, porque não sabe dividir as coisas, ainda mais como um filme como Divaldo que é bem especifico de uma religião.

Eu sou católica, fui criada na fé católica e prático o que eu aprendi e acredito, certo?  Okay! Quando eu assisto filmes que são fora do contexto daquilo que me foi repassado a vida toda, eu vejo com outros olhos, porque é a verdade de outras pessoas, eu não julgo, porque eu não tenho o poder de tirar a felicidade do que outros acreditam. E apesar de assistir o filme, não mudou o que eu acredito, porque eu sei o que eu sou, e isso que as pessoas tem que colocar na cabeça delas, o que elas são, e não é um filme que irá mudar isso. O que eu vi em Divaldo foi um homem que teve a garra de abrir um orfanato e acolher várias crianças, um gesto belíssimo de caridade. Foi isso que eu vi, e se você quiser assistir uma lição sobre caridade, é um bom filme.

Espero que tenham gostado, fica a dica de filme para o final de semana!

 

Se você estar lendo pela primeira vez, seja bem vinda (o)!

☞ Não esqueça de me SEGUIR no instagram: blogclaramenezes

☞ Comentar esta matéria, deixando sua opinião, critica ou pedido!

 

https://www.instagram.com/blogclaramenezes/

Recomendado para você