Blog do Leão

Depenou…

1076 16

Ciro Sena fez o segundo gol do jogo e se emocionou lembrando o tempo parado

Caros tricolores, o Leão foi a Campina Grande e voltou com três importantíssimos pontos na sacola. Sem tomar conhecimento dos donos da casa, o time tricolor, em plena capital do forró, fez o Galo dançar conforme a música.
Utlizando o esquema 3-5-2, o treinador Vica imaginava aproveitar o potencial ofensivo dos laterais e até do zagueiro Ciro Sena. Ora! Não deu outra. O tricolor teve bem mais presença ofensiva no campo do adversário e o 2×0 ficou barato, apesar da reclamação de um pênali não marcado para a equipe trezeana, que, sinceramente, pelo futebol apresentado pelo Leão, a marcação do penal iria somente transformar a vitória por 2×0 numa virada. Ah! e vejam o detalhe que dá crédito a Vica: gols do lateral Guto e do zagueiro Ciro Sena, este último se emocionou ao marcar o gol depois de 5 meses afastado por contusão. Aliás, Ciro Sena transpira sangue, externa volúpia e joga aquilo que chamamos futebol, enfim, nos transmite a inspiração que dá aquela vontade de socar o ar e vibrar demonstrando ao mundo o amor a camisa do nosso clube. A sintonia com a alma desta atleta com a torcida é tão apaixonante que o post do Blog do Leão pré-jogo colocou a imagem do zagueiro para ilustrar o texto como se advinhasse o que estava por vir.
Amigos, e o Vica achou o ponto. E melhor: tem margem pra ajustar os pequenos detalhes daqui pra frente.
Perdoem-me os leitores paraibanos, até porque tenho enorme estima pelo belo estado vizinho, afinal sou filho de pais paraibanos e tenho orgulho disso, mas não tem como deixar de comemorar esta importante vitória com o título deste post.

Cá entre nós, foi uma depenada caprichada…

Treze 0x2 Fortaleza

Estádio Amigão, em Campina Grande (PB)
Árbitro: Ronan Marques (SC)
Assistentes: Nadine Bastos e Hélton Nunes (SC)
Cartões Amarelos: Thiago Gasparetto e Brasão (Treze); Micão e Lopes (Fortaleza)
Cartões vermelhos: –
Gols: Guto (14′ 2ºT) e Ciro Sena (22′ 2ºT)

TREZE: Carlos Luna, Aderlan, Thiago Gasparetto, Márcio Garcia e Assis (Brasão); Julio César, Everton, Júlio Zabotto (Celico) e Cristian; Vavá (Rodrigo Pardal) e Ney Mineiro. Técnico: Marcelo Vilar

FORTALEZA: Lopes; Fabrício, Micão e Ciro Sena; Rafinha, Elton, Esley, Geraldo (Doda) e Guto; Cléo (Marinho Donizete) e Assisinho (Vinícius). Técnico: Vica