Blog do Leão

Fortaleza 3×0 Baraúnas – Improvisos que valeram o G4

269 43

 

Ruan marcou um belo gol de voleio

Ruan marcou um belo gol de voleio

Caros tricolores, não foi um show de futebol e muito menos um baile no adversário, mas o placar final de 3×0 foi o suficiente para o Leão fincar o pé no desejado G4 do grupo A. O técnico Luis Carlos Martins, aproveitando a ausência do volante Jailton na equipe titular, preferiu testar o esquema 3-5-2, já utilizando o recém chegado zagueiro Eduardo Luis. Acabou ficando a impressão que a invenção só deu certo por causa da fragilidade do adversário. No primeiro tempo, o time do Baraúnas conseguiu até chutar algumas bolas ao gol de João Carlos, sem muito perigo, é verdade, mas mesmo assim esteve presente no ataque, irritando o torcedor que mesmo com a vantagem de 1×0 no placar, com o gol de Assisinho, vaiou o time na saída para o intervalo. No segundo tempo, depois das as entradas de Ruan, Romarinho e Joilson nos lugares de Guaru, Leo Rodrigues e Assisinho com o placar já em 2×0, aí foi que o time ficou na base do improviso mesmo. Até Waldison aparecia fazendo o papel de lateral-direito. E foi num cruzamento de Waldison que Ruan fez um belo gol de voleio para fechar o placar.
O improviso e os testes deram certo contra o Baraúnas, mas creio que é bom o treinador pensar direitinho nestes “laboratórios” de esquema de jogo. O tempo urge na Série C…

 

Quarta-feira, no PV, teremos outro “complicado jogo fácil” contra o Rio Branco. Aí sim, depois desta partida teremos feito seis jogos fora e seis em casa. Depois a briga é de foice contra os adversários diretos

 

 

Fortaleza 3×0 Baraúnas
Data: 18 de agosto de 2013
Local: Estádio Presidente Vargas
Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido (BA)
Cartões amarelos: Jackinha (Baraúnas), Batata (Baraúnas), Ângelo (Baraúnas)
Renda: R$ 121.475,00
Público pagante: 8.032 (722 não pagantes). Público total: 8.754
Gols: Assisinho, aos 25 minutos(1º tempo); Fabrício, aos 7 minutos (2º tempo) e Ruan, aos 47 minutos (2º tempo)
Fortaleza: João Carlos; Fabrício, Charles e Eduardo Luis; Léo Rodrigues (Ruan), Esley, Jackson Caucaia, Guaru (Romarinho) e Marinho Donizete; Waldison e Assisinho (Joílson). Técnico: Luís Carlos Martins

Baraúnas: Érico; Ângelo, Índio, Ramon Baiano e Jackinha; Fidélis, Wilker, Batata (Daílson) e Paulinho Mossoró (Deivison); Radamés e Pedrinho Mossoró (Dú Paraíba). Técnico: Paulo Renato

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Zt5GjxayFcY[/youtube]