Blog do Leão

Guarani 2×2 Fortaleza – E foi pra ser feliz

1112 28
Goleiro Ricardo salvou o Leão da primeira derrota com várias defesas difíceis

Goleiro Ricardo salvou o Leão da primeira derrota com várias defesas difíceis

Caros tricolores, as constantes alterações na equipe, a enorme distância para o segundo colocado e a visível superioridade sobre os concorrentes às vagas da segunda fase parecem que foram os ingredientes perfeitos para formar a atual situação do time em campo. Passa a impressão que estão cumprindo a tabela esperando a hora de jogar a segunda fase.
O problema é desaprender a vencer, achar a vitória uma coisa corriqueira e sem graça e acordar tarde demais.
O calendário tem boa parte da culpa, é verdade, mas não podemos exagerar nas constantes alterações do time titular, até porque a quantidade de cartões amarelos que os atletas andam levando já é suficiente para forçar uma boa rotatividade.
Neste domingo, no Romeirão, as falhas de marcação apareceram mais que nunca e o resultado de empate ficou barato para nós, tricolores. Verdade seja dita.
Eduardo Luiz e Guto foram premiados com os gols que fizeram e o goleiro Ricardo, mesmo não conquistando a confiança dos torcedores, foi o melhor jogador em campo.
A vantagem de 10 pontos foi mantida, mas precisamos ajustar ainda alguns detalhes. Acredito que conseguiremos.

Guarani 2×2 Fortaleza

Campeonato Cearense (1ª fase, 11ª Rodada)
DATA/HORÁRIO – 02 de fevereiro de 2014, às 16h00
LOCAL – Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte-CE
ÁRBITRO – Luzimar Siqueira
ASSISTENTES – Marcos Brígido e Anderson Oliveira
PÚBLICO – 543 pagantes (173 não pagantes)
RENDA – R$ 7.410
GOLS – Eduardo Luiz (FOR) 8/1T, Netinho (GUA) 13/1T e 10/2T e Guto (FOR) 27/2T
GUARANI
Clay; Roberto Baiano (Válber 4/2T), Edvan, Domingos e Thiaguinho; Marcinho Guerreiro (Lucas 40/2T), Lincoln, William Carioca e Sadrac; Netinho e Luiz Henrique (Henry 40/1T). Técnico: Maurílio Silva.

FORTALEZA
Ricardo; Amaral, Eduardo Luiz, Max Oliveira e Radar; Guto, Magal (Leandro 13/2T), Marcelinho Paraíba e Edinho (Fernandinho 23/2T); Diego Neves (Robert 33/2T) e Waldison. Técnico: Marcelo Chamusca.