Blog do Leão

Fortaleza 1×1 CRAC – Não matou, ensinou a viver

687 36
Fernandinho abriu o placar, mas o Leão dormiu no ponto. Foto: site oficial

Fernandinho abriu o placar, mas o Leão dormiu no ponto. Foto: site oficial

Caros tricolores, o resultado de 1×1 contra o CRAC foi pra lá de decepcionante para quem foi ao PV para ver um resultado tranquilo e placar dilatado.
O Fortaleza fez sua pior partida na competição, principalmente no que se refere ao setor ofensivo. A posse de bola foi toda nossa, é verdade. Mas e daí?
Até o gol marcado pela equipe tricolor partiu de um lampejo individual de Marcelinho que viu Fernandinho solto numa jogada que com certeza tem o dedo do professor.
A vantagem no placar parece que fez aumentar a dose de sonífero da equipe para segundo tempo que mesmo continuando com a bola nos pés, não agredia o adversário que acuado confiava na bola vadia no final do jogo. E não deu outra…
O empate ainda nos deixou folgados na liderança, e valeu como alerta. A hora de vacilar é esta mesmo. Treinador, atletas, diretoria e torcedor, estamos todos nós passados na casca do alho. Bola pra frente.
Foi decepcionante sim. Mas como não nos matou, com certeza nos ensinou a viver.

Fortaleza 1×1 Crac 
Local: Estádio Presidente Vargas (Fortaleza). Árbitro: Antônio Santos Nunes (PI). Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Thyago Costa Leitão (PI). Renda: R$ 217.656,00. Público pagante: 12.305. Cartões amarelos: Guto e Erick Flores (F); Donizeti e Wallace(C). Gols: Fernandinho 42’ do 1º tempo. Tito 40’ do 2º tempo.
Fortaleza: Ricardo, Tiago Cametá, Genílson, Adalberto e Fernandinho; Guto, Walfrido, Marcelinho Paraíba (Radar) e Edinho (Erick Flores); Robert e Waldison (Uilliam). Técnico: Marcelo Chamusca.
Crac: Donizeti, Wallace (Everton), Tiago Sala, Fábio e Maninho; Luciano, Coquinho, Zé Neto e Diogo Medeiros; Rafael Sayão (Araújo) e Rômulo(Tito). Técnico: Dênis.