Blog do Leão

Maranguape 2×3 Fortaleza – Nós sofre, mas nós goza

370 75

 

Fortaleza usou os 30 minutos finais para vencer a partida. Foto: Fabio Lima

Fortaleza usou os 30 minutos finais para vencer a partida. Foto: Fabio Lima

 

Caros tricolores, presenciamos mais uma sofrida vitória do Leão. O jogo começou tão pobre que lembrei do grande Genival Lacerda, que dizia que não tinha whisky e bebia cana com gasosa. O pobre sofria, mas no final fazia o mesmo efeito.

Pois bem, a pobreza de lances agudos e finalizações precisas levou o placar a ficar 2×0 pro Gavião da Serra. Isso faltando meia hora pra terminar o jogo. Mas o refrão avisa: lombriga quando sai do estrume, morre. E não é que o Maranguape entrou na onda da música do Genival e acabou “lombrigando”.

Sem técnica e sem tática, o jeito foi utilizar os trinta minutos pra “ir na doida”. E não é que a tática deu certo. Os gols de Leonardo Luiz, Pio e Jean Mota aliviaram o protesto que só não ia estrondar no PV por que não tinha nem dois mil presentes.

Mas enfim, foi mais uma partida pessimamente jogada. Entretanto, a conquista do resultado positivo, a luta e o alívio podem dar o alento que o Sapinho precisava para o importante jogo desta semana na Paraíba.

Vamos em frente, sofrendo ou não, o que vai valer é o final, de preferência contratando uns whiskys, pois atualmente só temos cana com gasosa  😉

 

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=0CxN5wJX-OQ[/youtube]

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=CD9w64dTtP8[/youtube]

 

Maranguape 2 x 3 Fortaleza

Local: estádio Presidente Vargas

Data: 28/02/2016

Árbitro: Edson Galvão

Gols: MGP – Niel e Gaúcho ; FOR – Leonardo Luiz, Pio e Jean Mota

Cartões amarelos: MGP – Anderson Paãn ; FOR – Juliano, Max Oliveira, Juninho, Pio

MARANGUAPE: Théo, Emerson, Júnior Alves, Erilson, Janeílton, Anderson Paãn, Albano, Gaúcho, Ronaldinho (Diego Serra), Niel (Adílson) e Nilsinho. Técnico: Reginaldo França

FORTALEZA: Erivelton; Moacir, Leonardo Luiz, Max Oliveira e Jean Mota; Guto, Juliano (Hudson), Pio e Elias (Willian Simões); Núbio Flávio (Juninho) e Anselmo. Técnico: Flávio Araújo