Blog do Leão

Fortaleza 2×1 Flamengo – Dá-lhe dá-lhe, Tricolor!

1437 18
Anselmo abriu o placar da vitória tricolor

Anselmo abriu o placar da vitória tricolor

 

Caros tricolores, presenciamos mais uma bela vitória do escrete leonino nesta quarta no Castelão. O bem postado time do professor Marquinhos Santos não respeitou a teórica superioridade técnica do Flamengo de Muricy Ramalho e conseguiu uma merecida vitória diante os olhos da animada torcida tricolor.

Com as boas atuações de Dudu, Everton, Jean Mota e Felipe ( principalmente este último ), além do oportunismo de Anselmo e a segurança do setor defensivo, nosso time pode até nem conseguir classificar, afinal o confronto está em aberto, mas o fato de ter vencido e jogando um futebol inteligentemente  eficaz, deixa o torcedor pra lá de esperançoso para o restante da temporada.

A cada jogo nota-se uma evolução tática da equipe, e ontem ficou claro que a velocidade da saída nos contra-ataques foi a arma da vez usada pelo professor. Muito bom ver que é possível diversificar o modelo e o padrão de jogo de acordo com as necessidades e nunca ficar refém dum sistema feijão com arroz que todo bicho de orelha consegue perceber e conter.

A bola continua rolando e domingo tem mais, agora é final.

Dá-lhe, dá-lhe, Tricolor!!

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=HhBPhryw8AU[/youtube]

 

Fortaleza 2×1 Flamengo

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 4 de maio de 2016 (Quarta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Dijalma Silva Ferreira (BA)
Cartões amarelos: Juan, Guerrero e Jorge (Flamengo)
RENDA – R$ 900.597,00
PÚBLICO – 36.213 pagantes (37.213 no total).

Gols: FORTALEZA: Anselmo, aos 20min do primeiro tempo; Felipe, aos 26min do segundo tempo. FLAMENGO: Guerrero, aos 20min do segundo tempo

FORTALEZA: Ricardo Berna, Felipe (Elivelton), Lima, Edimar e Wilian Simões; Dudu Cearense, Juliano, Pio (Corrêa), Jean Mota (Juninho) e Everton; Anselmo
Técnico: Marquinhos Santos

FLAMENGO: Paulo Victor, Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Gustavo Cuellar, Willian Arão, Federico Mancuello e Fernandinho (Gabriel); Marcelo Cirino (Ederson) e Paolo Guerrero
Técnico: Muricy Ramalho