Blog do Leão

Flamengo 1×2 Fortaleza – Eu teria um desgosto profundo…

109 41
Pio marcou os dois gols da histórica vitória tricolor

Pio marcou os dois gols da histórica vitória tricolor

 

Caros tricolores, aconteceu o que todos queriam, mas muitos desconfiavam. O Leão eliminou o poderoso Flamengo e segue na Copa do Brasil. E mais: eliminou com duas vitórias, lá e lô.

Por mais que insinuem que a fase rubronegra não é boa, o time carioca é sempre forte na competição, esta foi somente a 4a derrota flamenguista no Rio desde quando a Copa do Brasil foi criada em 1989. Por isso o resultado é pra ser comemorado sim, e muito. O professor Marquinhos vai consolidando sua competência jogo a jogo. Além da evolução tática que salta aos olhos, vemos jogadores crescendo individualmente; Pio, Felipe, Everton, Juliano, Dudu e Lima foram monstros. Enfim, ninguém comprometeu, uma homogeneidade deslumbrante.

Mesmo jogando mais tempo no ataque, os donos da casa não obrigaram o Berna a fazer defesas difíceis. O sistema defensivo armado pelo professor obrigou o adversário a chutes de longa distância e chuveirinhos improdutivos. Tudo dominado.

Seria um desgosto profundo não ver essa classificação após um jogo de ida tão vibrante. Felizmente, vimos uma continuação da luta e da festa.

Que venha o Coelho!

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=kkBUK_6WzOE[/youtube]

 

 

Flamengo 1 x 2 Fortaleza

 

Local: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ
Data: 18/5/2016
Horário: 21h45min
Árbitro: Diego Almeida Real – RS
Assistentes: Rafael da Silva Alves – RS e Elio Nepomuceno de Andrade Junior – RS
Cartões amarelos: Ederson (FLA), Anselmo (FOR), Everton (FLA)

Gols: 3min/1T – Pio.
19min/2T – Pio
43min/2T – Alan Patrick
Fortaleza:
Ricardo Berna; Felipe, Lima, Edimar e Wilian Simões; Juliano, Pio, Dudu Cearense, Jean Mota e Everton (Juninho); Anselmo (Corrêa)
Técnico: Marquinhos Santos

Flamengo:
Paulo Victor, Rodinei, Léo Duarte, Juan e Jorge; Cuéllar, Willian Arão e Mancuello (Alan Patrick); Emerson (Fernandinho), Ederson e Éverton (Marcelo Cirino)
Técnico: Jayme de Almeida