Blog do Leão

De olho neles – O raio X da Czona 2017

158 20

 

 

 

 

Caros tricolores, enquanto nossos dirigentes cuidam do matagal sombrio que tomou conta do nosso quintal, vamos dar uma leve espiada nos quintais alheios, pra ver se já tem algum com grama bonita.

O “De olho neles” desta temporada da Série C vai abranger os dois grupos. O Blog do Leão vai te dar uma visão geral de como estão atualmente os outros 19 times que compõem a terceira divisão nacional. Preparados? Então, vamos lá! Liguem o zicador no máximo e caprichem no mal olhado:

Vamos começar pelo nosso grupo.

Remo
Nosso adversário da estreia também coleciona eliminações precoces em 2017. Eliminado na primeira fase da Copa do Brasil pelo Brusque-SC e da Copa Verde pelo Santos do Amapá com um vergonhoso 3×0 em Macapá, o Leão Azul pelo menos conseguiu reverter uma desvantagem na semifinal do Campeonato Paraense diante do Independente e proporcionou uma classificação heroica nas penalidades. O time azulino fará a final do estadual contra o rival Paysandu.
O treinador Josué Teixeira tem Eduardo Ramos e Flamel como os pilares da equipe. Eduardo Ramos foi acusado de faltar a tratamentos médicos, e na possibilidade de perder o jogador, a diretoria remista contratou vários outros reforços: o zagueiro Bruno Costa, o volante Marcelo Labarthe, o meia-atacante Mikael e os meios-campistas João Paulo e Danilinho. E dizem que vem mais pacotão por aí.

 

Sampaio Corrêa
Eliminado também na 1a fase do Nordestão, a Bolívia Querida teve melhor sorte na Copa do Brasil, depois de eliminar São José-RS e Guarani de Juazeiro, caiu na terceira fase para o Internacional. No Maranhense, ficou fora das finais do 1o turno conquistado pelo Cordino, e agora está na final do 2o turno contra o próprio Cordino. O campeonato está paralisado por causa de reclamações no TJD, pra variar.
O treinador Francisco Diá tem em suas mãos um elenco bem mais pobre que o que éramos acostumados a ver no Sampaio nos últimos anos. Os volantes Diego Silva e Valderrama, o zagueiro Alex, o lateral-direito Roniery e o meia Daniel Barros são alguns dos que compõem o atual elenco.

 

Moto Club
O outro maranhense do grupo vive momento mais complicado que o rival. Lanterna do nosso grupo no Nordestão e eliminado da Copa do Brasil pelo São Paulo ainda na 1a fase, o rubronegro também ficou pelo caminho no estadual e, assim como nós, está fora da Copa do Nordeste do próximo ano.  O atual técnico é Marcinho Guerreiro que substituiu Marcelo Vilar. O volante Jerson, o zagueiro Luis Fernando e os atacantes Sílvio e Paquetá continuam no elenco.

 

Botafogo-PB
O Belo também começou o ano com fracos desempenhos nas competições da CBF. Eliminado pelo São Francisco-PA na 1a fase da Copa do Brasil e lanterna do seu grupo no Nordestão, o representante paraibano passeou na fase classificatória do estadual, atropelou o Atlético de Cajazeiras na semifinal e fará a final contra o rival Treze, até com certo favoritismo. Será a quinta final consecutiva do time que atualmente é comandado por Itamar Schulle e que tem como base da sua equipe o goleiro Michel Alves, o zagueiro Plinio, o lateral Lito, o meia Marcinho e o atacante Rafael Oliveira.

 

Salgueiro
O ano começou sem boas perspectivas para o Carcará. Fora do Nordestão 2017 e eliminado pelo Sinop-MT na 1a fase da Copa do Brasil, o time do sertão pernambucano se recuperou e faz bela campanha no estadual. Liderou toda a fase classificatória, eliminou o Santa Cruz na semifinal e fará a decisão contra o poderoso Sport. O time do treinador Evandro Guimarães é sempre difícil de ser batido no Cornélio de Barros. O goleiro Mondragon e o lateral Marcos Tamandaré são as figurinhas carimbadas do elenco.

 

CSA
O Azulão busca recuperar o tempo perdido. Recém chegado da Série D, o time do treinador Oliveira Canindé tem no meia Didira seu principal jogador. Com fracas campanhas na Copa do Brasil e Nordestão, a equipe alagoana está na final do estadual contra o rival CRB. A Série C é vista como um ressurgimento do time no cenário nacional.

 

ASA
Velho conhecido de outras temporadas, o ASA começou o ano de forma empolgante. Eliminou Ferroviária-SP e Coritiba na Copa do Brasil e caiu para o Paraná somente nas penalidades. No estadual, empatou o clássico da semifinal com o CSA por 1 a 1, em Maceió, e foi eliminado em casa, perdendo uma invencibilidade de 20 partidas. E agora, disputará o terceiro lugar com o Murici por uma vaga na Copa do Brasil do ano que vem. O treinador Maurílio tem no conhecido atacante Leandro Kível sua aposta no poder de fogo da equipe alvinegra.

 

Confiança
O time sergipano começou 2017 disputando apenas o campeonato estadual. E pelo menos até agora permanece com o objetivo alcançável. Classificado para a final contra o Itabaiana, o Confiança garantiu o calendário de 2018. A equipe do treinador Leandro Sena e do fabuloso lateral Radar tem modestas pretensões para o Brasileiro. Mas é bom ficar de olho.

 

Cuiabá
O Dourado, eliminado na primeira fase da Copa Verde pelo Rondoniense, fez boa campanha na Copa do Brasil, passou pelo próprio Rondoniense na 1a fase, eliminou a Ponte Preta dentro de Campinas na segunda e foi eliminado pelo Goiás já na 3a fase. No estadual, passou pelo rival Luverdense na semifinal e vai decidir o título com o Sinop.
A equipe comandada pelo técnico Roberto Fonseca não tem grandes destaques individuais e conta com o atacante Juba, ex-Macaé em seu elenco.

 

Vamos agora dar uma escavacada no grupo B

Botafogo-SP
Depois de quase conseguir o acesso no ano passado, a Pantera vem para uma nova tentativa. O time do treinador Rodrigo Fonseca foi bem no Paulistão onde foi eliminado nas quartas pelo Corinthians. Manteve a base. Perigoso.

 

Bragantino
Comandado pelo atacante Rafael Grampola que veio do Gama, a equipe de Bragança está disputando a Série A2 do Paulistão. Classificada na 1a fase em quarto lugar, o Bragantino vai disputar a semifinal contra o líder Água Santa valendo não somente a vaga na final, mas também o retorno à elite do Paulistão em 2018 ( somente o campeão e o vice sobem). Vamos ficar de olho.

 

Mogi Mirim
O antigo Carrossel Caipira vai mal das pernas. Com uma péssima campanha na Série A2 do Paulista, o Mogi terminou a competição na vice lanterna e acabou rebaixado pra Série A3 em 2018. Com o zagueiro Gilmak e o meia Edinho em seu elenco, o Sapão deve reformular tudo e começar do zero para a Série C.

 

São Bento
Com o objetivo de se manter na Série A1 do Paulistão alcançado, o Bentão já começa a pensar na Série C. O lateral-direito Muriel, de 29 anos e Mateus Müller, que esteve no clube em 2016 durante o Paulistão já assinaram. Para o ataque, os contratados foram: Ortigoza, de 23 anos, que jogou a Série A2 do Paulistão pelo Mogi Mirim; Hudson Batista, de 25 anos, que estava no Macaé; Caio Cézar, de 21 anos, que atuou pelo Volta Redonda e Anderson Cavalo que jogou a Série D do ano passado no próprio São Bento. Forte concorrente.

 
Macaé
Afundado numa crise sem precedentes, o algoz tricolor em 2014 ameaçou abandonar a competição recentemente. O presidente do clube alega que falta grana pra oficializar a contratação de mais de 20 jogadores já acertados, e pra completar a zica, o estádio Moacyrzão está longe de conseguir todos os laudos para liberação. Ah, coitado.

 

Volta Redonda
A outra equipe carioca vai muito bem, obrigado. O Voltaço manteve a base do Carioca e já faz a intertemporada com treinos e jogos amistosos. O time do treinador Felipe Surian venceu o Serra Macaense por 1×0 com gol do meia Higor Leite e já tem outro amistoso marcado contra o América-RJ. De olho no campeão da Série D.

 

Tombense
Após fazer razoável campanha no Campeonato Mineiro, competição em que terminou na sétima colocação, o Tombense manterá grande parte do elenco alvirrubro para a sequência da temporada. Atletas importantes, como o goleiro Darley, os zagueiros Anderson, Welington Carvalho e Matheus Lopes; o lateral-esquerdo Oliveira, os volantes Pedro Castro e Natan, os meias Jonathan e João Paulo, e os atacante Daniel Amorim e Tauã permanecerão para tentar manter a equipe forte na Série C.

 
Tupi
Diferente do seu conterrâneo, o Tupi não contará com boa parte dos jogadores que disputaram o Mineiro. Flávio Caça-Rato, Jajá e Ruan Teles marcaram seis dos oito gols do Tupi na temporada e não ficam pra Série C. O treinador Ailton Ferraz já solicitou reposição à diretoria, mas deixou claro que confia nos jogadores que irão permanecer. É uma incógnita.

 

Joinville
Depois de temporadas atribuladas e terminar o Catarinense 2017 em 5o lugar, para tentar recuperar a auto estima e retornar à Série B, o Jec vai reforçar o elenco com jogadores da região. O atacante Thiago Alagoano do Cruzeiro-RS e o meia Daniel Costa do Tubarão-SC são os discretos possíveis reforços do tricolor.  Apesar de tudo, tem camisa.

 

Ypiranga-RS
O ano não começou bem para o Ypiranga. Na Copa do Brasil acabou eliminado na primeira fase pelo PSTC-PR. No Gauchão, o time de Erechim foi pior ainda e é uma das equipes rebaixadas para a segunda divisão em 2018. O canarinho deve refazer o elenco, mas por enquanto só anunciou uma novidade: o meia Safira do Almirante Barroso-SC. Deve brigar lá por baixo. Amém.

 

E é isso aí. Obrigado pela leitura, que venha maio e… seja o que Deus quiser 🙂