Blog do Leão

Salgueiro 1×2 Fortaleza – Sem sofrência

696 20

 

Pablo abriu o placar em Salgueiro e não deu chances à sofrência

 

Caros tricolores, se os três pontos conseguidos no PV diante o Botafogo-PB foram importantes, imagines estes conseguidos no interior pernambucano diante do, no mínimo, vicecampeão de Pernambuco.
Percebi uma leve melhora de produção da equipe. Não sei se vi demais, mas notei mais velocidade e precisão nos toques e passes ofensivos, o que tornou a posse de bola bem mais produtiva. Mesmo assim, vamos aguardar a evolução, se for isso que vi, ela fluirá naturalmente.

Com um primeiro tempo com Felipe e Bruno Melo ativos no ataque e Hiago infernizando a zaga salgueirense, a bola ficou quase o tempo todo próximo à meta adversária, e em um destes momentos de pressão, Pablo aproveitou um rebote e acabou com as chances de sofrência, avisando para a má fase que a mala já tava lá fora. Um golaço.

No segundo tempo, era óbvio que o time da casa teria que voltar mais interessado no jogo, porém o Leão tinha o paredão Boeck inspirado e praticando belíssimas e importantes defesas. Assim o tricolor mantendo a qualidade nos passes ofensivos, matou o jogo num bonito gol de Everton que só colocou a bola no cantinho de Mondragon. O Salgueiro ainda teve tempo de fazer o de honra, mas nada além disso.

Importante vitória que já nos deixa ter uma pista sobre a influência de Bonamigo no estilo. E lá vamos nós na empolgação de novo.

Arrocha, Leão!!