Blog do Leão

Corinthians 3×2 Fortaleza – A lei de Armando Marques

348 16

Em mais um jogo marcado por erros de arbitragem, Leão perde na Arena Corinthians. Foto: CBF

 

 

Caros tricolores, cá estamos nós de novo, impotentes e incapazes de engolir mais uma derrota imposta por fatores que se mascaram na nossa natural incompetência de não passar por cima dos poderosos adversários da Série A.

Com uma equipe diferente da que jogou a última partida, pois Rogério colocou Tinga, Bruno Melo, Paulão, Osvaldo e Kieza, o time começou o jogo esperando pra ver qual era a do Corinthians e acabou abrindo o placar numa rápida jogada pela esquerda com Bruno Melo e Romarinho. O empate logo em seguida escancarou a público como iríamos penar com nosso sistema defensivo ainda naquela noite.

E começamos a segunda etapa tomando a virada numa falha coletiva de marcação. Depois Kieza finalmente desencantou e empatou novamente, mas outra falha de marcação deixou o adversário fechar o placar em 3×2.

Aí entrou em cena nosso pesadelo. O gol do Kieza demorou quase 6 minutos pra ser confirmado, parece até que procuravam um cadarço na frente para dar o impedimento, procuraram, procuraram e não achando, esmurraram a mesa e mandaram o árbitro confirmar o gol. Dois lances duvidosos de bola na mão dentro da área não foram checados e para completar a tragédia o segundo deles acabou resultando no terceiro gol corinthiano.

Como disse o saudoso Armando Marques em uma palestra interna para os árbitros na CBF em 2001: “tem coisa que a gente vê, tem coisa que a gente não vê”.

E segue a cegueira com o critério único.

É, meus amigos, a batalha vai ser árdua nessa reta final. Vamos nos segurar.

Arrocha!