Blog do Maranhão

Conheça os bastidores de “Banzeiro”, novo clipe de Daniela Mercury

Superprodução foi rodada durante três dias na capital baiana e envolveu uma equipe de mais de 120 profissionais. A cantora assinou a direção criativa, a direção de coreografias e a direção dos figurinos.  Por falar em figurinos, Daniela usa várias pelas criadas pelo estilista Lino Villaventura

Uma superprodução baianíssima. Foram 40 dias intensos de pré-produção, em que foram produzidos 205 figurinos, dezenas de objetos, joias, móveis, etc. Isso equivale a peças suficientes para 22 dias de carnaval de Daniela com seus bailarinos, ou seja: é como se tivessem acontecido seis Carnavais inteiros da Rainha do Axé.

Noventa e nove  artistas, entre bailarinos, modelos, drags, crianças, atores e até uma cachorra, participaram das gravações! O clipe de Banzeiro é diversidade de estilos de dança, de culturas (a música é de dona Onete, de Belém do Pará), de raças, com dança afro, balé clássico, carimbó, lambada, frevo, street dance, hip hop e até sarrada no ar.

A cantora Daniela Mercury participou de absolutamente tudo: fez direção criativa, direção dos figurinos e direção de coreografias.

“Eu fiz várias sequências coreográficas de dança moderna e dirigi as movimentações de todo o videoclipe para que cada um desse o melhor de si.  No Palácio Rio Branco, por exemplo,  o balé clássico combinava com o lugar e o meu solo de dança moderna criava o contraste. Tem personagem todo pintado de azul: um artista maravilhoso chamado Shankar, que traz uma inspiração indiana, solta fogo pela boca e cria um clima de conto de fadas que todo palácio tem. O interessante é que o videoclipe mistura o futuro com o passado, a realidade com a fantasia. E tudo nele dança no ritmo de Banzeiro”, diz Daniela.

Foram quase 30 profissionais que ficaram responsáveis por produzir e capturar as quase 50 horas de gravações realizadas em três dias infinitos no Palácio Rio Branco, na Orla do Rio Vermelho, na Boite San Sebastian e em estúdio.  A edição, montagem e finalização duraram 30 dias. Todas as cenas foram gravadas na capital baiana, com tecnologia 8k, que registra imagens com muito mais brilho, luz e cor. A câmera dá uma sensação de imagem em 3D, por causa da maior profundidade.

O HUMOR

A gravação do videoclipe e da música ganharam um toque de humor especialíssimo e muito original dentro da obra de Daniela. Ela convidou os atores da Cia Baiana de Patifaria, que existe há mais de 30 anos nos palcos dos teatros brasileiros, para gravar o Coro e falas engraçadas dentro da música e o videoclipe.

Banzeiro, que já era uma canção com pitada humorística, ganhou uma alegria ainda maior. Os personagens da Cia, como Fanta Maria, de A Bofetada, e as freirinhas de Noviças Rebeldes, deram um toque especial ao roteiro. Aliás, esse último é o espetáculo que está em cartaz atualmente em Salvador, mas que já passou por mais de 30 cidades brasileiras e já teve até uma temporada na Off Broadway, em Nova York (Estados Unidos), onde foi criado o texto original, adaptado no Brasil por Wolf Maia. “O talento deles cantando e interpretando dá o tom de tudo e me inspirou no espírito livre, engraçado e muito alegre da interpretação e do conceito do videoclipe. Geniais!!!”

O videoclipe tem como base o humor e a dança! As imagens são super coloridas, dando um ar de singularidade e diversidade, uma união de todas as tribos, de todas as cores. É uma criação luminosa, vibrante e engraçada, como a música de dona Onete. A direção é de Ju Bacelar com a R5 Produtora.

Para assistir ao clipe:

Assista a “Banzeiro”, novo videoclipe de Daniela Mercury

Recomendado para você