Blog do Maranhão

“Ainda tem muita viadagem a ser mostrada na TV”

PALMAS PRA DOIDO DANÇAR

Não sou daqueles afeitos a bater palmas para doido dançar. O que, aliás, é cada vez mais comum por aí. Portanto, não darei a menor confiança ao apresentador sensacionalista que, em busca de mais cinco minutinhos de holofotes, resolveu reclamar que “tem viado demais nas novelas da Globo”.

Abundam argumentos, inclusive demográficos e históricos, que desqualificariam a reclamação do tal sujeito. Mas não recorrerei a nenhum deles. Não citarei um mísero sequer. Porque a partir do momento em que me contraponho às suas provocações (baratas!) o estou legitimando enquanto interlocutor. Função que, convenhamos, ele não merece.

Porque, a bem da verdade, não se trata de um diálogo, ou um debate estabelecido. O que ele pretende ao bradar sua suposta – e estudada – “indignação” é outra coisa, muito diferente da permuta de alegações, fundamentos e justificativas que se dá quando da tentativa de convencer o outro de uma tese ou ideia (e pressuposto de um diálogo civilizado, entre partes igualmente civilizadas e preparadas intelectualmente).

O que o quase desaparecido apresentador intentava era reaparecer. Só isso. E conseguiu, ao que se mostra. É das estratégias mais antigas destes dependentes da permanente exposição midiática polemizar para atrair a si uma nesga de atenção que seja.

Não me surpreende que sejam os “viados” o artifício a que ele recorra desta vez para tentar voltar a ter seu nome escrito nas primeiras páginas dos portais. Até porque a escolha não é aleatória. Ele fala para plateia cativa, para quem espera ouvir dele conteúdos similares, aos que se valem desta catarse terceirizada para aliviar seus desejos mal resolvidos.

O que realmente me surpreende é que tantos estejam dispostos a aplaudir para vê-lo dançar.

Muito obrigado, mas declino deste espetáculo indigesto. Melhor ligar a TV e assistir à felicidade de casais múltiplos, à diversidade do amor se mostrando nas mais variadas faixas da nossa teledramaturgia. E para o doido que dança e para os que marcam seu ritmo com palmas, só resta avisar que é bom estarem em boa forma física. A representação teledramatúrgica dos “viados” ainda está muito inferior à nossa realidade! Ou seja, ainda tem muita viadagem a ser mostrada na nossa TV!

ÉMERSON MARANHÃO

Recomendado para você