Blog do Maranhão

App de paquera Scruff esquenta verão brasileiro

Rio de Janeiro

Em seu primeiro Verão no time de Marketing Internacional do Scruff, um dos maiores aplicativos de paquera gay do mundo, o baiano Fernando Sandes esquentou a temporada com ações da empresa. Responsável por gerenciar o investimento da empresa no Brasil e por pensar em estratégias de popularização e promoção dos serviços do aplicativo, o jovem, que continua à frente da startup Viajay (focada em Turismo LGBT) e da LDRV Party e LDRV Store (selo de festas e loja de roupas, respectivamente, vinculadas ao maior grupo LGBT do Facebook no Brasil), acompanhou as investidas do Scruff nos principais festejos do Verão nacional.

São Paulo

Em São Paulo, para onde se muda em março, Fernando Sandes acompanhou a participação do aplicativo como patrocinador de dois blocos, o Boca de Veludo e o Bloco da Xuca Feita. O Rio de Janeiro também foi palco de ações do app, que montou uma tenda em um dos principais pontos de reunião do público LGBT na orla carioca, em Ipanema. Por lá, durante cinco dias, o Scruff foi responsável por garantir boa música, mimos e até massagem para usuários.

Salvador

Já em Salvador, terra natal e cenário do maior Carnaval do mundo, o Scruff promoveu muita paquera e beijos pelas ruas, com a criação do “colar do beijo gay”, novidade que viralizou na Internet. Foram mais de 1.200 colares distribuídos, dando uma ajudinha no flerte durante os festejos na cidade.

Os investimentos do Scruff, que hoje tem mais de 13 milhões de usuários no mundo, em modernizar sua equipe com jovens profissionais de destaque na cena da tecnologia não é à toa. O mercado LGBT brasileiro chama cada vez mais a atenção de grandes empresas, que buscam se aproximar de um público com potencial financeiro estimado em US$ 133 bilhões, o equivalente a R$ 418,9 bilhões. O valor representa 10% do PIB nacional, segundo dados divulgados pela Out Leadership, associação internacional de empresas que desenvolve iniciativas para o público gay.

 

 

Recomendado para você