Blog do Maranhão

Uma websérie para revirar o estômago

 

O portal Uol lançou nesta semana a websérie Do Outro Lado – A Rússia gay que não pode sair do armário, uma investigação jornalística sobre como vive a população LGBT no país que receberá a Copa do Mundo Fifa 2018. Realizada pelo jornalista Vinicius Mesquita, editor do Uol Esporte e que passou 18 dias viajando por cidades-sede da Copa para fazer este trabalho, a série é dividida em quatro episódios: Portas Fechadas (6’04), Raiz do Problema (10’48), Crime e Balada (6’39) e O medo que impera (8’55).

Assisti-los é assustador, para dizer o mínimo, mas absolutamente necessário. Primeiro porque mostra, inequivocamente, a homofobia que toma conta do país e que vem crescendo de maneira assustadora nos últimos 20 anos, período que coincide com Vladimir Putin no poder. Segundo, porque revela a proximidade que o discurso opressor de minorias vigente na Rússia tem do discurso da extrema direita brasileira que não só avança celeremente como almeja chegar à Presidência da República.

Nos primeiros capítulos da websérie, Mesquita mostra a dificuldade que teve até encontrar homossexuais que se dispusessem a ser entrevistados mostrando seus rostos e nomes. As consequências do outing na Rússia vão desde demissão sumária a espancamentos e torturas. É inacreditável, mas o que se constata (e chega a ser dito por alguns dos entrevistados) é que ser LGBT na Rússia hoje se parece com ser judeu na Alemanha nazista.

Ao longo da série os entrevistados revelam que uma das razões para o crescimento estúpido da homofobia no país é o discurso massivo (e midiático) que os gays são os culpados por todos os problemas que a Rússia passa, passou e passará.

No último episódio, Anatoly Artyukh, porta-voz de um movimento de extrema-direita, é entrevistado e diz que se o casamento homossexual for legalizado isso “levará a Rússia a guerras, fome e tragédia geral”. Qualquer semelhança com o discurso de certa bancada fundamentalista acolá não é mera coincidência.

“Existem coisas que não são aceitáveis na sociedade. Mas os homossexuais são os únicos entre toda essa massa que andam com cartazes e falam: ‘Somos normais’. São os únicos! Nem traficantes de drogas, nem os ladrões, nem os assassinos, nem prostitutas falam: ‘Somos normais’”, diz Artyukh, para explicar o ‘perigo’ representado pela população LGBT.

Vale a pena tomar um remédio para o estômago e assistir à série. Todos os episódios já estão disponíveis em www.uol/copadomundo/especiais/do-outro-lado.htm

NOTEENHAS

 THREESOME SERTANEJO

O filme A cidade do Futuro, premiado longa de Cláudio Marques e Marília Hughes, entra hoje em cartaz nas principais salas do País. Ficção criada com base no real, o filme conta a história de Gilmar (Gilmar Araújo) e Igor (Igor Santos), que se envolvem amorosamente, mas precisam lidar com a inesperada gravidez de Milla (Milla Suzart). Juntos, os três formam uma família incomum em meio às terras secas da Bahia, em um local marcado pelo machismo, pela homofobia e por uma das maiores migrações compulsórias já registradas. Vale conferir!

A NOSSA PARADA

A XIX Parada Pela Diversidade do Ceará será realizada no dia 24 de junho, um domingo, com concentração a partir das 15 horas, na Av. Beira Mar (em frente à Barraca do Joca). A data foi anunciada pelo Grupo de Resistência Asa Branca (Grab), que também divulgou o tema do evento este ano: “O Genocídio continua! A luta é todo dia, por Dandara, Marielle e por todas!” denunciando o extermínio da população LGBT, sobretudo das travestis, transexuais e mulheres lésbicas e negras.

LUZ NA PASSARELA

Em dias de São Paulo Fashion Week, a mais importante semana de moda do País, Cena G registra os desfiles da Água de Coco por Liana Thomaz e da Osklen. Strike a pose!

OUÇA ESSA!

“Discriminar uma pessoa por uma condição inata, como historicamente se fazia no Brasil, é uma imensa perversidade. Portanto, com a ajuda do Supremo Tribunal Federal, e do Judiciário em geral, se conseguiram avanços importantes na conquista de igualdade pela comunidade LGBT, que passou a ter a suas uniões homoafetivas reconhecidas e equiparadas às uniões tradicionais, com a possibilidade do casamento civil. E em relação a transgêneros, o direito da mudança do nome social.

Eu repito porque isso é muito importante, isso enfrenta muitos preconceitos. Discriminar uma pessoa por ser homossexual, ou por ser travesti ou transgênero é como discriminar uma pessoa por ser latino-americana, ou por ser judia, ou por ser negra. Ou seja, é excluí-la por uma circunstância que não depende dela. É uma circunstância inata, é uma circunstância da vida. E no fundo, no fundo, o que vale na vida são os nossos afetos. Então, qualquer maneira de amar, que não prejudique alguém, vale a pena.

O Estado não tem o direito de diminuir as pessoas nem impedi-las de colocar o seu afeto e a sua sexualidade onde mora o seu desejo. E de querer ser feliz, como todo mundo tem o direito de ser feliz. Esta também foi uma transformação muito profunda que houve na sociedade brasileira. Eu mesmo fui advogado desta causa, e, quando começou, o índice de apoio era irrisório. Se você perguntasse se achavam que deveria reconhecer uma união homoafetiva boa parte dos entrevistados achava que devia era bater! Se puderem acreditar nisso. Pois hoje em dia mais de 50% da população – e crescendo – reconhece que as pessoas têm o direito de viver as suas circunstâncias existenciais sem que o Estado possa depreciá-las”.

Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), mitando em discurso na Câmara Municipal de Fortaleza na última segunda-feira, dia 23.

FESTAS DO FIMDE

OPS BAR!

DJ Thalles Walker abre a noite de sexta, no Ops! bar

HOJE, QUINTA-FEIRA, o Ops Bar e Balada (Rua Frederico Borges, 404, Varjota) realiza seu Karaokê, a partir de 18 horas. A entrada gratuita. Plus: na compra de um balde com cinco cervejas e ganhe uma porção de pasteis. Já amanhã, sexta-feira, a casa promove a festa Off Work, a partir das 19hs. No comando das pick-ups, o DJ Thalles Walker abre a noite. Na sequência, começa o bloco house com os DJs Diego Baez, Thiago Costta e Amabilis Ohanna. Plus: Caipirinha em dobro até 21h. Entrada: R$ 10 (até 0h) e R$ 20 (depois de 0h). Já no sábado, dia 28, a casa recebe show de Gabriela Alcantara e sua Regina George Band, com um especial de Rihanna, Lady Gaga e Britney Spears, a partir das 20hs. Antes e depois do show, o comando é dos DJs Roxie e Mmax Barbosa  Entrada: R$ 10 (até 23h) e R$ 20 (inteira).

BOATE LEVEL

DJ Fábio Balack anima a pista da Level no sábado

AMANHÃ, SEXTA-FEIRA, a boate Level (Rua Dragão do Mar, 218, Praia de Iracema) realiza mais uma edição de seu Baile Funk, a partir das 23hs. No comando das pick-ups, os DJs Luiz Neto, Di Soarez, Herminio Sifi, Lourran Carneiro, Rodrigo Sossa e Erick Menezes (RN). Plus: rodadas de drinques + cardápio com preço promocional. Ingresso: R$ 15. No sábado, dia 28, a boate recebe a festa Vale Tudo #2 É Funk ou é Pop?, a partir das 23hs. No line-up, os DJs Aly Balker, Dan Rozendo, Fábio Balack (FOTO), Italo Bergman, Jona Bautrip, Lourran Carneiro, Ph Archibald, Sérgio Klisman e Thales Sales + apresentação da diva Rayanna Rayovack + performances de Emma Salvatore & Xicca Drag Kween. Plus: rodadas de bebidas drinques e itens com preços promocionais. Ingresso: R$ 20 (até 0h), R$ 25 (após 0h) e R$ 80 (camarote, com 12 fichas para bebidas). Já no domingo, dia 29, rola Domingão Insano, a partir das 23h. No line-up de atrações, a diva Flávia Fontenelle apresenta Noélio Mendes e Mizzayra Shiva (Transformista do Ano 2017). Na pista, os DJs Amabilis, Fernando Ruiz, Lourran Carneiro, Marcelo, Victor Sá e Emmanuel Costta. Ingresso: R$ 30 (acesso para duas pessoas) e R$ 20 (acesso individual).

BOATE HAUS

A cantora Nayra Costa faz show na Haus, nesta sexta

AMANHÃ, SEXTA-FEIRA, a boate Haus (Almirante Tamandaré, 19, no entorno do Centro Dragão do Mar) promove a festa I <3 Baixaria, a partir das 23 horas. No line-up, os DJs Lia Tavares, Thiago Santiago e convidados + show com Nayra Costa (FOTO). Plus: dindins alcoólicos para os 100 primeiros pagantes cobertura fotográfica. Ingresso: R$ 25 (clonado). Já no sábado, dia 28, a boate realiza a festa K.O Chun Li: Black Divas! Rihanna, Beyoncé e Nicki Minaj, a partir das 23hs. Comandando a pista, DJs Marcos BDR, Adrian Brasil e convidados. Plus: Rodadas de caipirinha, catuaba e vinho. Ingresso: R$ 30. No segunda-feira, dia 30, véspera de feriado, a casa recebe a festa Grito! You Better Work, a partir das 23 horas. No line-up de atrações, show da banda The Dillas DJ Marcos BDR e convidados. Ingresso: R$ 30.

DRAGON CLUB

NESTE DOMINGO, DIA 29, o Dragon Health Club promove roda do samba com o grupo Amigos do Samba, a partir das 18 horas. Todos os equipamentos do Club estarão funcionando normalmente a partir das 16 horas. Ingresso: R$ 45, R$ 30 (estudante e homens acima de 60 anos) para acesso a todo o Club; e R$ 5 (acesso restrito ao bar e restaurante). Outras info: 3219 2016

IATE CLUBE

Bruno Palace (BSB) é o DJ convidado da festa Eixo, segunda, no Iate Clube

NESTA SEGUNDA-FEIRA, dia 30, véspera de feriado, o Mezanino do Iate Clube de Fortaleza (Av. Vicente de Castro, 4813, Cais do Porto), recebe mais uma edição da festa Eixo, a partir das 23 horas. Desta vez, a conexão é com a Capital Federal. Puxando o line-up, o DJ convidado Bruno Palace (BSB), que se apresenta pela primeira vez em Fortaleza. E mais: Ferrucio X Thiago Costta, Rafa Calvin X Leo Telles, e Mila Mian X Rennan D’Medeiros. A festa comemora o aniversário do promoter Plácido Lima e a realização é da Lima Produções e Planner Eventos. Ingresso: R$ 50

Recomendado para você