Blog do Maranhão

Eleições 2018 – O que as urnas nos reservam?

Não são poucos os riscos que a possibilidade da chegada ao poder da extrema direita no Brasil representa para a comunidade LGBT . Além da violência óbvia, alimentada pelo discurso de ódio de muitos de seus integrantes (agora mal disfarçado, mas antes explícito e desavergonhado), existem ameaças institucionais concretas. Mais que nunca, é necessário estar atento para o que realmente está em perigo.

Nos últimos 15 anos, o Brasil conquistou grandes avanços em direção ao pleno reconhecimento da cidadania de pessoas gays, lésbicas, bissexuais, trans e travestis. Desde a legalização do casamento civil entre pares do mesmo sexo, em 2013, até a autorização do uso de nome social por travestis e transexuais em documentos oficiais, como registros escolares e título de eleitor; passando pelo reconhecimento da dupla paternidade/maternidade para casais homoafetivos.

Também integra este pacote, a recente decisão do Supremo Tribunal Federal de reconhecer que pessoas trans podem alterar o nome e o sexo no registro civil sem que se submetam a cirurgia nem dependam de decisão judicial. E estes quatro casos são só alguns exemplos.

Não à toa, estas resoluções jurídicas vieram acompanhadas de certa compreensão maior da naturalidade da diversidade sexual, digamos assim. E esta compreensão tem se refletido diretamente na sociedade.

É possível constatá-la na popularização da paradas de celebração da diversidade sexual pelo País; na presença frequente de casais homoafetivos na teledramaturgia nacional em rede aberta; no sucesso de cantoras como Pablo Vittar e Liniker; na saída do armário de personalidades nacionais, como Daniela Mercury, Fernanda Gentil, Luiz Fernando Guimarães e Nanda Costa; no crescimento de eventos artísticos que debatem e festejam a diversidade sexual e de gênero, a exemplo do MixBrasil, do ForRainbow e do ReciFest.

E até mesmo, por que não dizer?, na existência de espaços editoriais em grandes veículos de comunicação que tragam a temática como seu principal eixo e a abordem com respeito e naturalidade.

Para além desse recorte midiático, que guarda alguma distância simbólica do chamado “mundo real”, o processo de naturalização da diversidade sexual se dá também na seara política, com a compreensão da necessidade da instalação e manutenção de secretarias e coordenadorias responsáveis por traçar estratégias públicas específicas para esta parcela da população, como acontece atualmente no Ceará e em Fortaleza.

Por fim, esse desdobramento também acontece na rua, ao nosso lado. A sensação de normalidade diante da orientação sexual diversa se constata na quantidade de casais do mesmo sexo que andam de mãos dadas nos shopping centers e nas praças; nos blocos de Carnaval (fora de época ou não), no transbordamento do que antes era gueto no segmento de diversões e hoje tem fronteira fluída. Em síntese, na compreensão cotidiana que é possível a convivência respeitosa com as diferenças.

Obviamente, ainda não chegamos no nível de civilidade ideal. Mas este é um caminho em curso. E é aqui que se coloca a questão. A depender do próximo grupo a ocupar o Palácio do Planalto, seguiremos ou interromperemos esta trajetória?

Requerer direitos básicos, concedidos a qualquer cidadão heterossexual, será considerado um ato normal ou pressão por privilégios? A definição da família será restrita ao modelo heteronormativo ou seguirá sob a perspectiva diversa que temos legalmente hoje? A visibilidade LGBT será tida como ameaça à ordem estabelecida, e consequentemente combatida, ou seguirá tendo sua aceitação como parte de nosso processo civilizatório?

Em uma só frase: tentarão nos obrigar a uma violenta volta coletiva para o armário (num arremedo de “limpeza de gênero”) ou seguiremos com o direito a nossas liberdades individuais?

NOTEENHAS

MICARETA SALVADOR 2019

Foi tamanho o sucesso da primeira Micareta Salvador, realizada no último fim de semana, que os organizadores já anunciam uma próxima edição do Carnaval fora de época na capital baiana. Segundo José Augusto Vasconcelos, diretor do Grupo San Sebastian, realizador do evento, as vendas para a Micareta Salvador 2019 começam já na próxima Quarta-feira de Cinzas, no dia 6 de março.

Com público majoritariamente gay – 40% dele formado por turistas de fora da Bahia – a Micareta Salvador reuniu seis blocos, num formato inédito, no parque aquático Wet’n Wild, de quinta a domingo passados. A programação contou com Claudia Leitte (Blow Out/Largadinho), Daniela Mercury (Crocodilo/FOTO), Margareth Menezes (AfroPop), Alinne Rosa (O Vale), Babado Novo (Papa) e Amanda Santiago. Para conferir fotos do evento é só clicar aqui: http://blogs.opovo.com.br/blogdomaranhao/2018/10/15/confiras-fotos-da-micareta-salvador-que-rolou-no-feriadao/

EDITAL LGBT + ORGULHO

Termina às 18 horas de amanhã, dia 19 de outubro, o prazo para inscrição no edital LGBT Orgulho, iniciativa do Itaú Unibanco em parceria com a consultoria Mais Diversidade. O edital prevê a destinação de R$ 200 mil no total, que serão distribuídos para até quatro projetos no Brasil. Podem concorrer pessoas físicas e jurídicas, grupos ou coletivos.

O número de inscrições para o edital surpreendeu os organizadores. Com expectativa inicial de atrair 40 projetos, até o momento já foram submetidas 94 propostas e outras 129 estão em finalização pelos proponentes. A página principal do edital tem recebido média de 46 visitantes por dia. Para se inscrever ou obter outras informações: https://prosas.com.br/editais/4228-lgbt-orgulho

FIMDE

As festas deste final de semana

HAUS

AMANHÃ, SEXTA-FEIRA, a boate Haus (Almirante Tamandaré, 19, no entorno do Centro Dragão do Mar) promove o Baile de Libra – edição especial Pedro Almodóvar, a partir das 23hs. No comando das pick-ups, os DJs Lia Tavares, Deyvid Maia e Zito Maia. Plus: entrada clonada até 0h +  entrada grátis até 0h para librianos + todo cardápio por R$ 9,99 (exceto energéticos, importados e drincões) + distribuição de tequila na boca. Ingresso: R$ 20 (até 1h, com nome na lista) e R$ 30 (na hora). No sábado, 20, a boate promove mais uma edição da festa Vrá Maldita!, a partir das 23hs. O tema desta edição é Halloween Pop Funk e a convidada especial é a DJ e produtora Lily Scott (SP/FOTO). Completam o line-up, Marcos BDR e convidados. Plus: 50 litros de sangria liberados + drincão Sangria por R$ 49,99 + drinque Maldita por R$ 9,99 + prêmio para a melhor fantasia. Ingresso: R$ 20 (até 1h, com nome na lista) e R$ 30 (na hora).

LEVEL

AMANHÃ, SEXTA-FEIRA, a boate Level (Rua Dragão do Mar, 218, Praia de Iracema) promove a Noite da Tequila, a partir das 23hs. No comando das pick-ups, os DJs Emmanuel Costta, Luiz Neto, Uobrendon e Queel Souza. Plus: rodadas de drinques tequila e vodca clonadas a noite inteira. Ingresso: R$ 10 (com lista Vip até 0h) e R$ 15. No sábado, dia 20, a casa realiza a Festa do Beijo, também a partir das 23hs. No line-up, os DJs Alyson, Dí Soarez, Fabio Balack, Italo Bergman (FOTO), John Kennedy, Lourran Carneiro, Ph Archibald e Sergio Klisman. Plus: Chocolate para casais flagrados beijando + adesivos do “Beijo” e “Não Beijo” + jelly shots alcoólicos + Catuaba na boquinha + Pirulitos do Beijo + Concurso do Beijo  + tequila bodyshot + concurso de DJ + vinho com preço promocional a R$ 5. Ingresso: R$ 15 (com lista Vip até 0h), R$ 25 (sem lista Vip ou após 0h) e R$ 80 (acesso ao camarote com 12 fichas para bebidas). No domingo, dia 21, rola mais uma edição do Domingão da Level, a partir das 22hs. No comando das pick-ups, os DJs Marcelo Fort, Amabilis Ohanna, Lourran Carneiro e Rayana Rayvoack. Plus: Cardápio com preço promocional. Ingresso: R$ 30 (acesso para duas pessoas) e R$ 20 (individual).

DRAGON CLUB

NESTE DOMINGO, dia 21, o Dragon Health Club (Rua Almirante Jaceguai, 239 – Praia de Iracema, na ladeira do Centro Dragão do Mar) realiza mais uma edição de seu Hot Bingo, a partir das 19hs. No line-up de atrações, performance de Lyarah Barcelli + DJ Ad Kenje + gogo show de Douglas Maldonado. Todos os equipamentos do Club estarão funcionando normalmente a partir das 16hs. Ingresso: R$ 45 e R$ 35 (estudante, homens acima de 60 anos e pessoas com nome na lista). Acesso limitado ao bar: R$ 5. Outras info: 3219 2016.

 

Recomendado para você