Blog do Maranhão

“Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, está na competição de Cannes

Longa é protagonizado por Sonia Braga e Udo Kier e tem no elenco os cearenses Silvero Pereira, Rodger Rogério e Fabíola Líper

Kleber Mendonça Filho está de volta à Seleção Oficial competitiva do Festival de Cannes (14 a 25 de maio) com seu terceiro longa-metragem Bacurau, desta vez coescrito e codirigido por Juliano Dornelles. Na descrição de seus diretores, “Bacurau é um filme de aventura ambientado no Brasil “daqui a alguns anos”. Assim como ocorreu com seu longa anterior Aquarius em 2016, Bacurau terá sua estreia mundial na principal mostra do festival francês. O lançamento de Bacurau nos cinemas brasileiros pela Vitrine Filmes (que também distribuiu O Som ao Redor e Aquarius) será no segundo semestre. 

 Depois dos dez meses de montagem no Recife, Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho estão em Paris trabalhando na pós-produção de Bacurau, que envolve imagem e mixagem final de som. Esse trabalho vem sendo realizado desde o início do mês de abril e ainda irá durar duas semanas até a cópia final. O filme é uma coprodução Brasil-França.

Bacurau foi rodado no Sertão do Seridó, divisa do Rio Grande do Norte com a Paraíba, exatamente um ano atrás. As locações foram encontradas depois da equipe percorrer mais de dez mil quilômetros em Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. As filmagens duraram dois meses e três dias, com uma equipe de 150 pessoas. As cidades de Parelhas e Acari serviram de base para a produção  

 Sobre o filme, Juliano Dornelles diz: Bacurau é um projeto que vem sendo desenvolvido desde 2009, quando era só uma ideia, até ser filmado em 2018. Enquanto o roteiro se transformava, o país e nosso cotidiano também. Estrear em Cannes nesse ano de 2019 é dar um lugar de respeito ao Brasil, seu cinema e sua cultura.

 Para Kleber Mendonça Filho, “Esse é um trabalho de anos, feito com os colaboradores próximos de sempre e alguns outros novos. Creio que esse filme é o resultado da nossa relação com os filmes e as pessoas que amamos e que nos formaram, com Pernambuco, com o Brasil e com o mundo. E incrível poder voltar a exibir um filme no Palais em Cannes, três anos depois daquele momento sensacional com Aquarius!”.

Ele continua: “Gostaria de mandar abraço especial para os moradores de Parelhas, Acari e, principalmente, à comunidade de Barra, onde fizemos Bacurau. Os quatro meses de trabalho lá com preparação e filmagem confirmaram o que já sei há tantos anos: o trabalho com a cultura nos fortalece, nos legitima. Como foi importante ter podido compartilhar essa experiência de trabalho com tanta gente”.

Depois do sucesso internacional de Aquarius (2016), Bacurau é a segunda coprodução entre a CinemaScopio do Recife (O Som ao Redor, Aquarius) e a SBS em Paris (Synonymes, de Navad Lapid, vencedor do urso de ouro em Berlim, Elle, de Paul Verhoeven, Mapas Para as Estrelas, de David Cronenberg). Bacurau tambéé uma coprodução com a Globo Filmes, Simio Filmes, Arte France Cinema, Telecine e Canal Brasil.

Sonia Braga (Dona Flor e Seus Dois Maridos, O Beijo da Mulher Aranha, Aquarius), o alemão Udo Kier (Suspiria, Berlin Alexanderplatz, Garotos de Programa, Melancolia) e Karine Teles (Que Horas Ela Volta?, Benzinho) fazem parte de um elenco composto por dezenas de atores, como Barbara Colen (Aquarius), Silvero Pereira,  Lia de Itamaracá, Rodger Rogério, Uirá dos Reis e Fabíola Líper.

Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho colaboraram nos curtas metragens premiados no Brasil e exterior Eletrodoméstica (2005) e Recife Frio (2009), e nos longas também aclamados internacionalmente O Som ao Redor (2012) e Aquarius (2016), filmes dirigidos por Kleber e com direção de arte de Juliano. Na equipe de Bacurau a parceria estabelecida em O Som ao Redor e Aquarius também se repete na fotografia, assinada por Pedro Sotero, no som de Nicolas Hallet e na direção de arte de Thales Junqueira.

 Produzido por Emilie Lesclaux, Said Ben Said e Michel Merkt, tem patrocínio da Petrobras, Fundo Setorial do Audiovisual, Funcultura (Governo de Pernambuco) e do CNC (Centre National de la Cinematographie, France).

SINOPSE

Um western brasileiro. Um filme de aventura e ficçãcientífica. Daqui a alguns anos… BACURAU, um pequeno povoado do sertão brasileiro, dá adeus a Dona Carmelita, mulher forte e querida, falecida aos 94 anos. Dias depois, os moradores de Bacurau percebem que a comunidade não consta mais nos mapas.

ELENCO

Sonia Braga : Domingas

Udo Kier : Michael

Teresa: Bárbara Colen 

Pacote: Thomás Aquino 

Lunga: Silvero Pereira

Plinio: Wilson Rabelo

Damiano: Carlos Francisco  

Forasteira: Karine Teles 

Forasteiro: Antonio Saboia

Erivaldo: Rubens Santos  

Isa: Luciana Souza

Madalena: Eduarda Samara 

Carmelita: Lia de Itamaracá

Terry: Jonny Mars

Kate: Alli Willow

Jake: James Turpin 

Julia: Julia Marie Peterson

Bob: Charles Hodges  

Willy: Chris Doubek

Joshua: Brian Townes

Carranca: Rodger Rogério

DJ Urso: Jr. Black 

Madame: Zoraide Coleto

Sandra: Jamila Costa 

Deisy: Ingrid Trigueiro

Robson : Edilson Silva 

Tony Jr: Thardelly Lima

Claudio: Buda Lira 

Nelinha: Fabiola Liper

Flavio: Marcio Fecher 

Maciel: Val Junior

Raolino: Uirá dos Reis 

Bidé: Valmir do Coco

Luciene: Suzy Lopes 

Angela: Clebia Sousa

Darlene: Danny Barbosa 

FICHA TÉCNICA

Roteiro e Direção: Kleber Mendonça Filho & Juliano Dornelles

Produção: Emilie Lesclaux, Saïd Ben Saïd et Michel Merkt 

Produtora Executiva: Dora Amorim

Produtor Associado: Carlos Diegues

Diretor de Fotografia: Pedro Sotero

Diretor de Arte: Thales Junqueira

Figurino: Rita Azevedo

Montagem: Eduardo Serrano

Som : Nicolas Hallet

Design de som e montagem de som : Ricardo Cutz

Mixagem:  Cyril Holtz e Ricardo Cutz

Casting: Marcelo Caetano

1° assistente de direção : Daniel Lentini

Direção de Produção: Cristina Alves & Dedete Parente

Música Original: Mateus Alves e Tomaz Alves Souza

Caracterização e Efeitos: Tayce Vale

Recomendado para você