Blog do Maranhão

Novo filme de Karim Aïnouz é selecionado para o Festival de Cannes

A vida invisível de Eurídice Gusmão tem Carol Duarte, Júlia Stockler, Gregório Duvivier e Fernanda Montenegro no elenco e estará na na mostra Un Certain Regard

Novo filme de Karim Aïnouz, A vida invisível de Eurídice Gusmão acaba de ser selecionado para a competição oficial do Festival de Cannes 2019, na mostra Un Certain Regard. O longa, uma livre adaptação do romance A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, de Martha Batalha, é uma produção de Rodrigo Teixeira, da RT Features, em parceria com a produtora alemã The Match Factory. As atrizes Carol Duarte e Júlia Stockler interpretam as protagonistas do elenco, que traz ainda os atores Gregório Duvivier, Barbara Santos e Maria Manoella. Fernanda Montenegro surge em participação especial.

Esta é a segunda vez que um filme dirigido por Aïnouz e produzido por Teixeira integra a seleção em Cannes. Em 2011, O Abismo Prateado teve sua estreia mundial no festival, onde foi exibido na Quinzena dos Realizadores. “É uma honra estar de volta na Seleção Oficial de Cannes, representando o Brasil e dando continuidade à minha colaboração com o Rodrigo. Foi nesse mesmo Festival que estreei, com Madame Satã, e poder estar de volta é Sublime.”, diz Aïnouz.

A vida invisível de Eurídice Gusmão é um melodrama tropical sobre a cumplicidade entre mulheres, uma crônica da condição feminina no Rio de Janeiro dos anos 50, década marcada por um conservadorismo profundo. “Estrear A vida invisível de Eurídice Gusmão em Cannes é uma alegria indescritível. Um filme que fala sobre amor, sobre amizade e sobre questões tão importantes para o Brasil de agora, colocando no centro das questões a condição da mulher através de duas protagonistas interpretadas por atrizes brilhantes, é sem dúvida uma grande realização.”, diz o produtor Rodrigo Teixeira.

As irmãs Guida e Eurídice são como duas faces da mesma moeda – irmãs apaixonadas, cúmplices, inseparáveis. Eurídice, a mais nova, é uma pianista prodígio, enquanto Guida, romântica e cheia de vida, sonha em se casar e ter uma família. Um dia, com 18 anos, Guida foge de casa com o namorado. Ao retornar grávida, seis meses depois e sem namorado, o pai, um português conservador, a expulsa de casa de maneira cruel. Guida e Eurídice são separadas para sempre e passam suas vidas tentando se reencontrar, como se somente juntas fossem capazes de seguir suas vidas.

Durante a pesquisa para o roteiro, Aïnouz entrevistou várias senhoras entre 70 e 90 anos, perguntando sobre suas adolescências, as primeiras experiências sexuais, o casamento e suas vidas privadas. Refletindo sobre o mundo hoje, a partir destas histórias e das mulheres de sua própria família, Aïnouz compreendeu a urgência de A vida invisível de Eurídice Gusmão  como um filme que jogasse luz em tantas vidas e histórias invisíveis, um filme necessário.

Com roteiro assinado por Murilo Hauser, em colaboração com Inés Bortagaray e o próprio diretor, o longa foi rodado nos bairros da Tijuca, Santa Teresa, Estácio e São Cristóvão, no Rio de Janeiro.

Quem assina a fotografia do filme é Hélène Louvart, que foi fotógrafa dos longas Pina, de Wim Wenders, The Smell of Us, de Larry Clark; As Praias de Agnes, de Agnès Varda, e Lázaro Feliz, de Alice Rohwacher, entre outros. A vida invisível de Eurídice Gusmão  é uma coprodução Brasil, com a Sony Pictures, Canal Brasil, e Alemanha com a produtora Pola Pandora. A empresa alemã The Match Factory é responsável pelas vendas internacionais.

Sinopse
Rio de Janeiro, 1950. Eurídice, 18, e Guida, 20, são duas irmãs inseparáveis. Ambas têm um sonho: uma, se tornar uma pianista profissional; a outra, encontrar o amor verdadeiro. As duas são separadas pelo pai e forçadas a viver distantes. Sozinhas, elas irão tomar as rédeas dos seus destinos, enquanto nunca desistem da esperança de se reencontrar.

FICHA TÉCNICA 
‘A VIDA INVISÍVEL DE EURÍDICE GUSMÃO’ 
Direção: Karim Aïnouz
Roteiro: Murilo Hauser
Corroteiro: Inés Bortagaray e Karim Aïnouz
Baseado na obra homônima de Martha Batalha
Elenco: Carol Duarte, Júlia Stockler, Gregório Duvivier, Bárbara Santos, Flávia Gusmão, Antônio Fonseca, Maria Manoella e participação especial de Fernanda Montenegro.
Produtor: Rodrigo Teixeira
Coprodutores: Michael Weber e Viola Fugen.
Empresas produtoras: RT Features, Pola Pandora, Sony Pictures, Canal Brasil e Naymar.
Produtores Executivos:  Camilo Cavalcanti, Mariana Coelho, Viviane Mendoça, Cécile Tollu-
Polonowski, André Novis
Produtor Associado: Michel Merkt
Diretora Assistente: Nina Kopko
Direção de Fotografia: Hélène Louvart (AFC)
Direção de Arte: Rodrigo Martirena
Figurino: Marina Franco
Maquiagem:  Rosemary Paiva
Diretora de Produção: Silvia Sobral
Montagem: Heike Parplies (BFS)
Montagem de som: Waldir Xavier
Som direto: Laura Zimmerman
Música Original: Benedikt Schiefer
Mixagem: Björn Wiese
Idioma: Português
Gênero: Melodrama
Ano: 2019
País: Brasil

Recomendado para você