Blog do Maranhão

Cearense Karim Aïnouz conquista prêmio inédito no Festival de Cannes

Ovacionado por mais de 15 minutos na sessão de estreia, A Vida Invisível de Eurídice Gusmão recebeu elogios da crítica nacional e internacional. Previsto para entrar no circuito brasileiro em novembro deste ano, filme traz no elenco Carol Duarte, Julia Stockler, Gregorio Duvivier, Bárbara Santos, Flavia Gusmão e Fernanda Montenegro

Após ser aplaudido por mais de 15 minutos em sua première mundial em Cannes, na última segunda-feira (20/5), A Vida Invisível de Eurídice Gusmão sétimo longa-metragem de Karim Aïnouz, conquistou nesta sexta-feira o prêmio de Melhor Filme na mostra Un Certain Regard – a primeira vez que um filme brasileiro é contemplado com o prêmio máximo nesta categoria.

“É um importante prêmio do cinema mundial e muito importante para o cinema brasileiro em um ano em que tivemos uma representação maravilhosa, com o filme do Kleber Mendonça e do Juliano Dornelles, o da Alice Furtado e o filme produzido pelos irmãos Gullane. Antes de qualquer coisa, é importante que este prêmio possa incentivar o futuro do cinema brasileiro, a diversidade da nossa cultura para que tenhamos um Brasil melhor do que estamos vivendo agora. Queria dedicar especialmente para a minha amada Fernanda Montenegro, para todas as atrizes do filme e para todas as mulheres do mundo”, comemora o diretor.

“Esse prêmio é muito importante para o Brasil, principalmente no momento atual, quando a cultura precisa ser abraçada. Um filme brasileiro vem para Cannes e ganha esse prêmio prova que o investimento que se fez em educação e cultura no Brasil foi muito importante. E que a gente continue fazendo isso para que a cultura brasileira permaneça muito bem representada lá fora”, faz coro Rodrigo Teixeira, produtor do longa.

Na última segunda-feira, a sessão teve reação entusiasmada da plateia, que aplaudiu o filme por mais de 15 minutos. Após a exibição, o diretor dedicou o trabalho às mães solo e às mulheres que resistem.

 

Recomendado para você