Blog do Maranhão

David Miranda: “Chamar de viado, para mim, é elogio”

Num intervalo de dez dias o STF criminalizou a LGBTfobia no Brasil e o governo “conservador nos costumes” se viu acuado por um casal gay proudtobe. É tempo de celebrar!

“Querem me ofender dizendo que sou viado. Como se ser gay fosse motivo para uma pessoa não ser levada a sério. Chamar de viado, para mim, é elogio”. A afirmação, mais proudtobe impossível, foi dada esta semana pelo deputado federal David Miranda (Psol-RJ) durante entrevista ao canal Universa, do portal Uol.

Casado há 14 anos com o jornalista Glen Greenwald e, junto com ele, pai de dois filhos, David e o marido estão no centro das atenções – e no olho do furacão – desde que o site The Intercept, editado por Greenwald, divulgou conversas entre o então juiz da operação Lava Jato, Sergio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol.

As denúncias atingiram em cheio Moro, que hoje é um dos superministros do governo Bolsonaro, e por conseqüência a gestão que ele integra. E é sobre este o ponto que Cena G se debruça. Não deixa de ser irônico, para dizer o mínimo, que o governo que levanta a bandeira do “conservadorismo nos costumes” se veja acuado justamente por um casal gay fora do armário, interrracial e sexualizado (e este delicioso vídeo de David rebolando ao som de Anitta no Carnaval não deixa dúvidas sobre a última característica listada).

David e Glen, aliás, representam boa parte do que este governo insiste em negar. Para Bolsonaro e Cia pares homoafetivos não deveriam existir, não poderiam adotar crianças, muito menos se casar. Que dirá ser composto por duas pessoas bem-sucedidas, influentes em suas áreas e aceitas socialmente?

O engraçado é que para desqualificar a denúncia, os defensores do governo correram a “acusar” Glen e David de serem um casal (oi?), de serem viados (oi again?). O que eles teimam em invisibilizar ocupa agora o centro dos holofotes. Impossível negar-lhes a existência (como pretendem os que esperam pela volta triunfal da Idade Média).

Mas este não foi o único golpe sofrido neste dias pelos radicais do conservadorismo de plantão. Finalmente o Supremo Tribunal Federal criminalizou a LGBTfobia, equiparando sua prática ao racismo.  Não adiantaram os apelos dos fundamentalistas (supostamente) religiosos nem as manobras políticas que tentaram impedir o julgamento da ação, como o próprio Bolsonaro disse que deveria ter sido feito por algum dos ministros (aqui no Blog do Maranhão tem uma análise a respeito).

Isso tudo em pleno mês do orgulho LGBT (XYZ), às vésperas da maior Parada do País e quando se comemoram os 50 anos da Batalha de Stonewall. Grande semana! Grande mês! Ou seja, abundam motivos para celebrar! Celebremos muito, pois!

NOTEENHAS

A VIDA É DOCE

Para celebrar o mês do Orgulho LGBT+, a rede Hard Rock Café lançou uma sobremesa especial em seu cardápio. É o milkshake “Love isloveshake”, composto por sorvete de baunilha com vodca, chantilly,granulado e um pirulito. O valor é R$ 29,90. A sobremesa está disponível em todas as unidades da rede, inclusive na de Fortaleza. Além disso, durante todo o mês de junho, o restaurante também adotará o avatar colorido nas redes sociais. “A ideia é celebrar o amor, a diversidade e o respeito mútuo para com o próximo, lembrando que amar não tem escolha”, explica a rede no material de divulgação.

A NOSSA PARADA

A XX Parada Pela Diversidade Sexual do Ceará só ocorre no domingo, dia 30, mas sua programação oficial já começa amanhã, sexta-feira (21), com o evento “Diálogos Periféricos: A Ocupação dos Espaços pela Juventude LGBTI+”, a partir das 18hs, na Galeria Multimídia do Centro Cultural Bom Jardim. No sábado, dia 22, rola o “Encontrão LGBT do Conjunto Ceará”, a partir das 17hs, na Pista de Skate do Conjunto Ceará. Na programação, DJs, show e performances artísticas. Já na quarta-feira, dia 26, será a vez do “Seminário – Ato da XX Parada”, a partir das 18hs, no Auditório da Fetrace (Rua Padre Mororó, 1055, Centro). Na próxima edição da Cena G, você confere o que vai rolar a partir da quinta (27).

É DE CORAÇÃO

A ‘família de coração’ é o tema da coleção Pride 2019 da Levi’s. Composta por camisetas, jeans e truckers, todos com várias interpretações do logotipo e o arco-íris Pride, a coleção celebra a inclusão, aceitação, diversidade e o amor por meio de uma série de peças dual gender. “Essa relação familiar pode ter uma ligação de sangue ou não, o importante é que são pessoas de confiança, que podem compartilhar as alegrias, tristezas e todos os outros desafios da vida”, explica a marca no material de divulgação da coleção.

PARA CELEBRAR DE CAMAROTE

A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que ocorre no próximo domingo, terá uma nova atração: o camarote Pride. Localizado na sacada do famoso Conjunto Nacional, na avenida Paulista, o camarote tem como embaixador Pedro HMC (FOTO), do Põe na Roda – maior canal LGBTQI+ brasileiro de entretenimento e informação no Youtube – e a grande atração será um pocket-show da cantora Daniela Mercury.

O line-up ainda conta com os DJs Miro Rizzo, da Gambiarra, A Festa!, Cláudio JR e o duo DJ Kidzz. A programação rolará das 11h30min às 19h30min e o ingresso ainda dará acesso VIP à festa que acontecerá na Gambiarra A Festa!,após a Parada. O valor do ingresso parte de R$ 1.296 e pode ser parcelado em até 10x sem juros. A venda é exclusiva do site Decolar (www.decolar.com). Bem que o empresariado local poderia se inspirar para produzir um camarote na Parada daqui, não é mesmo?

VIVA STONEWALL

Ainda sobre a 23ª Parada de São Paulo, o diretor artístico do evento, Heitor Werneck (FOTO), anuncia que este ano ela ganhará uma super comissão de frente que se concentrará na avenida Paulista a partir das 10h. Nesta edição, o desfile, cujo tema oficial é 50º aniversário da Revolta de Stonewall, contará a trajetória da Parada e todas as grandes vitórias que foram conquistadas ao longo do tempo: “A gente vai contar toda a história da Parada, todos os avanços, o registro da união civil, teste de HIV, casamento entre iguais, a lei da homofobia e todos os avanços que a parada conseguiu”, relata Heitor.

UMA SPICE GIRL NA PARADA

E quem desembarca em São Paulo nesta semana é a cantora Melanie C (FOTO), para participar de dois eventos. A Spice Girl estará na ParadaSPFest, festa oficial da Parada LGBT 2019, amanhã (21), e também na Parada do Orgulho LGBT, no domingo. A britânica vem a convite do Burger King, um dos patrocinadores master do evento, e da MaxMilhas, a agenciadora aérea oficial da 23ª Parada.

Ouça essa!

“Ver gente querendo discutir a sexualidade e questioná-la em 2019 é complicado, né? Não dá pra você tratar uma coisa que já existe como se ela não existisse e não pudesse ser aceita”.

Rosi Campos, atriz, em entrevista à Folha de S. Paulo

“Conseguimos! Vencemos!. É CRIME SIM. #obrigadaSTF”.

Daniela Mercury, cantora e militante LGBT, em post publicado no Twitter, comemorando a criminalização da homofobia e da transfobia pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

“Esse tal discurso de ódio é tão vago que nós cristãos estaremos em constante perigo… As disparidades de interpretação atingirão de morte os nossos púlpitos”.

Marcos Feliciano, deputado federal e pastor evangélico, lamentando, em vídeo postado em suas redes sociais, a decisão do STF.

GIRO G

A Starbucks desenvolveu camisetas exclusivas para celebrar o mês do orgulho LGBT, que serão vendidas por R$ 49,90, até o dia 23 de junho em 27 lojas /// O lucro líquido arrecadado será doado para apoiar a Casa1, espaço de cultura e acolhimento de pessoas em situação de vulnerabilidade. /// Pela primeira vez a Philip Morris Brasil é patrocinadora da 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. /// A iniciativa reforça as políticas da empresa voltada para a comunidade, que incluem auxílio-creche e licença casamento para casais homoafetivos, a extensão de benefícios como plano de saúde para parceiros de seus colaboradores, e a licença paternidade de 120 ou 180 dias, garantida aos casais homoafetivos, assim como a pais solteiros.

/// De amanhã (21) até domingo (23), a MTV apresenta a semana ‘Vale Pra Todxs’ com mais de 40 horas de programação especial (e engajada) que promove a diversidade, pluralidade de gêneros e celebra o Orgulho LGBTQ+. /// Também pela primeira vez, a Avon patrocinará a Parada de São Paulo. /// A marca chega com trio elétrico próprio, esquenta com imprensa e convidados, telão interativo e infláveis gigantes, além de faixas e stickers.

 FESTAS DO FIMDE

DRAGON

NESTA SEXTA, dia 21, o Dragon Health Club (Rua Almirante Jaceguai, 239 – Praia de Iracema, na ladeira do Centro Dragão do Mar) promove a festa Dragon Beer Open Bar, a partir das 16hs. A principal atração da festa será o open bar de cerveja das 17hs às 19hs. Completam o line-up de atrações, DJ Adj Kenje no comando das pick-ups + apresentação do grupo The Crazy. No domingo, dia 23, a casa recebe a festa Rainbow, a partir das 20hs. Tatiana Hilux será a hostess. A noite terá shows especiais, apresentação do grupo The Crazy e DJs convidados. Tanto na sexta-feira quanto no domingo, todos os equipamentos do Club estarão funcionando normalmente a partir das 16hs. Ingresso: R$ 50 e R$ 40 (estudante, homens acima de 60 anos e pessoas com nome na lista). Acesso limitado ao bar: R$ 10. Outras info: 3219 2016.

 

Recomendado para você