Blog do Vozão

Vasco 3×1 Ceará – Sem forças

1466 27

heleno até que foi bem (Foto: Lancenet)

Caros Alvinegros, na partida de hoje, pra variar, Vagner Mancini resolveu surpreender na escalação do time colocando Patrick no lugar de Boiadeiro, para completar, perdeu Marcelo Nicácio ainda no primeiro tempo da partida, deixando as coisas ainda mais difíceis e, pela 3º vez seguida, perdemos uma partida no segundo tempo. O time até que suporta bem a primeira etapa, mas quando volta para a segunda à coisa muda de figura e sempre acabamos tomando gol no inicio, o que nos faz ter que sair para o ataque em busca do empate deixando a retaguarda desguarnecida, proporcionando uma maior facilidade ao adversário, que sempre acaba se aproveitando da situação para vencer a partida.

Na verdade, não fizemos por merecer nem um empate, quanto mais uma vitória, agora uma coisa tem me chamado a atenção e deixado preocupado, é com relação ao preparo físico do time, que já não é mais o mesmo, pois se percebe claramente a queda de rendimento no 2º tempo das partidas, foi assim contra o Cruzeiro, São Paulo, Bahia e hoje diante do Vasco. Tudo bem que a sequência de jogos ultimamente tem sido grande, mas não podemos usar isso como desculpas, pois já era esperado.

Enquanto a vitória fora de casa não vem, que continuemos vencendo nossos jogos em casa e no domingo que vem já temos outra pedreira pela frente, o Internacional. Portanto, lotemos o PV e façamos nossa parte.

Saudações Alvinegras!

Ficha Técnica

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 31/8/2011 – 18h (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Fabricio Vilarinho da Silva (MG)

GOLS: Elton, 6’/2ºT (1-0); Eder Luis, 16’/2ºT (2-0); Washington, 18’/2ºT (2-1); Elton, 19’/2ºT (3-1)

VASCO: Fernando Prass, Allan, Dedé, Renato Silva e Márcio Careca, Rômulo, Eduardo Costa, Juninho (Fellipe Bastos) e Diego Souza (Bernardo); Eder Luis e Alecsandro (Elton). Técnico: Cristóvão Borges

CEARÁ: Diego; Patrick (Felipe Azevedo), Fabrício, Erivélton, Vicente; Michel (Edmilson), Eusébio, Heleno, Thiago Humberto; Osvaldo e Marcelo Nicácio (Washington). Técnico: Vagner Mancini.

Renda: R$ 85.510,00

Público Pagante: 5.428 pessoas