Blog do Vozão

Figueirense 2×1 Ceará – Dividindo os erros

60 52
Erros foram a tônica da partida (Foto:Site oficial Figueirense)

Erros foram a tônica da partida (Foto:Site oficial Figueirense)

Me desculpem, mas não irei entrar nessa de jogar toda a culpa pela derrota na arbitragem, tudo bem que o árbitro errou, e errou feio, durante a partida e geralmente contra o Vozão, mas daí colocar toda a culpa do resultado negativo em cima dele é esconder alguns erros que cometemos durante a partida.

Enquanto tudo rolava dentro da normalidade, o jogo seguia sob nosso controle, apesar de não conseguir finalizar a maioria das jogadas de ataque, ainda assim conseguimos em uma bonita jogada entre Mota e Magno Alves abrir o marcador e terminar o primeiro tempo com o placar a nosso favor.

No segundo tempo os erros entraram em ação, tanto da arbitragem como nosso, que acabaram influenciando no resultado final da partida. Se não vejamos: Os erros da arbitragem ficaram por conta da expulsão de Potiguar, da não expulsão do jogador do Figueirense no lance em que deu uma cotovelada em Robério e do exagero nos acréscimos, além de inverter faltas a favor do adversário.

Voltar para o segundo tempo com Potiguar, que já havia tomado cartão na primeira etapa, mesmo sabendo do “chama” que ele tem pra tomar cartão, tirar Magno Alves e deixar Léo Gamalho em campo, mesmo não fazendo uma boa partida, para só tirá-lo de campo aos dezoito minutos e ainda assim para colocar o Xaves, deixando o time sem atacantes, foram os erros de Sérgio Soares, que depois até tentou consertar a besteira que fez colocando o Robério em campo, mas aí já era tarde, pois o time já estava acuado no campo de defesa, e, pra piorar, os dois gols que tomamos foram em dois vacilos nossos. No primeiro, Marcos passou lotado e não conseguiu cortar a bola, o segundo foi quase idêntico, só que quem passou batido foi o Douglas, que também não conseguiu cortar a bola e acabou atrapalhando Xaves.

Agora, apesar dos nossos erros e os da arbitragem, se tem uma coisa que não posso deixar de destacar é a garra e a entrega dos jogadores em campo, e isso precisa que seja levado em conta. Apesar dos pesares, não podemos baixar a cabeça nesse momento, precisamos seguir de cabeça erguida e continuar buscando os 45 pontos necessários e garantir a permanecia para 2014.

Próxima batalha será só daqui a uma semana e o alvo a ser batido será o perigoso Icasa, no Castelão. Até lá teremos tempo para trabalhar e refletir sobre os erros cometidos.

Veja os gols da partida:

[youtube]http://youtu.be/EFOok79Tij8[/youtube]

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 2 X 1 CEARÁ

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 24 de setembro de 2013
Horário: 19h30
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: João Monteiro de Souza (RS) e Júnior Fausto Augusto Viana Moretti (SP)
Cartões amarelos: Douglas Marques, Maylson e Zé Roberto (Figueirense); Robério e Potiguar (Ceará)
Cartão vermelho: Potiguar (Ceará)
Gols: Maylson e Zé Roberto (Figueirense) e Mota (Ceará)

Público: 3.162 (pagantes); 254 (não pagantes) – Total: 3.416

Renda: R$ 33.155,00

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; William, Douglas Marques, Nirley e Wellington Saci; Nem, Luan (Maylson), Rodrigo (Rennan Oliveira), Zé Roberto e Marcelo Toscano (Jonatan Ponciano); Pablo – Técnico: Vinícius Eutrópio

CEARÁ: Jailson; Marcos, Potiguar, Diego Ivo e Hélder Maurílio; João Marcos, Ricardinho e Rogerinho (Robério); Magno Alves (Douglas), Léo Gamalho (Xaves) e Mota – Técnico: Sérgio Soares

Saudações Alvinegras!