Blog do Vozão

Ceará 4×1 Parnahyba – Treino de luxo

201 38
Robinho novamente mostrou que pode ser útil (Foto: Cearasc.com/Divulgação)

Robinho novamente mostrou que pode ser útil (Foto: Cearasc.com/Divulgação)

Foi preciso apenas dez minutos para que a partida passasse de jogo a treino. Se por um lado isso foi bom, pois a classificação para a fase seguinte da Copa do Brasil estava garantida, por outro, a partir dali o jogo cairia num marasmo, haja vista o adversário não mostrar resistência, e isso foi ao encontro com o perfil desse time do Vozão, que ao invés de aproveitar a oportunidade para empolgar o torcedor e tentar dar um pouco de confiança á ele, preferiu continuar mostrando o de sempre, ou seja, um futebol típico de time sem alma, sem brio, que mesmo goleando não consegue empolgar o seu torcedor.

A meta de passar de fase foi atingida, ótimo. Mas, sem querer ser chato e repetitivo, é bom abrirem o olho, pois daqui pra frente à tendência é que o nível dos adversários aumente, e moleza como essa que pegamos na primeira fase não devem mais aparecer. Então, que venha a Chapecoense.

Ah, espero que Sergio Soares possa ter tirado conclusões com relação ao time que mandará a campo no próximo jogo pela Série B, que será diante do chato Paraná, pois, como a gente costuma dizer, na Série B o buraco é mais embaixo.

Se liga Vozão!

Confira os gols da partida clicando aqui.

FICHA TÉCNICA

Ceará 4×1 Parnahyba
Local:
Arena Castelão
Data: 7 de maio de 2014
Árbitro: Antônio Neuri Cláudio (AC)
Assistentes: Jean Carlos Rodrigues e Renê Santos de Carvalho (AC)
Cartões amarelos: Totonho e Ramon (Parnahyba)
Gols: Vicente, aos 5min, Nikão, aos 10min do 1º tempo; Magno Alves, aos 12min, Wesley (contra), aos 21min, Da Silva, aos 34min do 2º tempo

Renda: R$ 31.674,00

Público: 5.489 (pagantes); 187 (não pagantes) – Total: 5.676

Ceará: Luís Carlos; Samuel Xavier (Marcos), Sandro, Diego Ivo e João Marcos; Vicente, Robinho, Ricardinho, e Bill; Nikão (Felipe Amorim) e Magno Alves (Eduardo). Técnico: Sérgio Soares

Parnahyba: Robinho; Barata, Wesley, Gilmar Baiano e Xavier; Alessandro (Bruno Pacatuba), Ramon, Idelvando (Puxinha) e Totonho; Capela e Felipe Rafael (Da Silva). Técnico: Fernando Tomé

Saudações Alvinegras!