Blog do Vozão

Ceará 1×0 Macaé – Aqui é Vozão!

142 74
Rafael Costa comemora o gol da permanência (Foto: Christian Alekson/CearaSc.com)

Rafael Costa comemora o gol da permanência (Foto: Christian Alekson/CearaSc.com)

Se não for difícil, não é Ceará! Como vinha dizendo, não precisava ser fácil, bastava ser possível, e foi desse jeito. Permanência garantida em um jogo bem ao estilo do Vozão, com muita emoção, sufoco no final, mas com um final feliz.

Depois de passar dois anos seguidos brigando na ponta de cima da tabela, desta vez a briga era na ponta de baixo, depois de várias rodadas na zona de rebaixamento, e em algumas delas ocupando a lanterna da competição, o Vozão mais uma vez superou a falta de qualidade técnica com brio e raça, conseguindo no apagar das luzes escapar de uma Série C, repetindo os feitos de 1996 e 2005.

Não tirando os méritos e a importância de outros personagens, mas, muito dessa permanência devemos a dois deles. O primeiro é o treinador Lisca, esse conseguiu arrumar um time cuja peças pareciam não ter mais jeito e fez com que jogadores como por exemplo, Cametá, Baraka, Wescley e Siloé que ocupavam a lista negra da torcida, tornassem peças importantíssimas na reação do time, chamando para si a responsabilidade, em resumo, Lisca foi corajoso ao encarar a missão de tirar leite de pedra.

O segundo personagem está diretamente ligado ao primeiro, trata-se do goleiro Éverson, que veio para ser titular, mas foi só depois da chegada de Lisca que isso veio a acontecer, e foi graças as suas atuações pontuais e precisas, principalmente no último jogo, que garantimos a permanência.

Pelas circunstancias vividas durante a competição, o feito é sim para ser comemorado pelo torcedor, não como uma conquista de um título, mas sim como mais um ato de superação e bravura que ficará marcado na história do clube.

Agora, cá pra nós, muitos foram os erros ao longo da temporada, e não podemos deixar que esses erros sejam escondido atrás de uma “conquista” que nada mais era do que uma obrigação. Será preciso que se faça uma reflexão total para 2016, tirando lições de 2015 e aprender com os erros, mas, aprender mesmo.

Enquanto isso, torcedor alvinegro, pode continuar batendo no peito e dizendo: Nunca fui de terceira!

Valeu Vozão!

Confira lances da partida:

[youtube]https://youtu.be/ji0UO_L7EOQ[/youtube]

Confira a ficha técnica do jogo clicando aqui.

Saudações Alvinegras!

Recomendado para você