Blog do Vozão

Ceará 0x0 Uniclinic – Nem tranquilo, nem favorável

95 32
Sem vencer, o clima não anda favorável em Porangabuçu (Foto: Christian Alekson/CearaSC.com)

Sem vencer, o clima não anda favorável em Porangabuçu (Foto: Christian Alekson/CearaSC.com)

Mais uma vez o Vozão deixou a desejar, não conseguiu conquistar os três pontos em disputa e segue sem vencer na competição, ocupando agora última posição do seu grupo, correndo o risco de ficar fora das semifinais e, consequentemente, do Nordestão ano que vem.

Em mais uma partida horrorosa, com o time totalmente desorganizado dentro de campo e mostrando mais uma vez a falta de espirito de luta, que por alguns momentos durante a partida me fez achar que jogadores e treinador não andam falando a mesma língua, o Vozão voltou a decepcionar seu torcedor que já começa a ficar preocupado quanto a situação do time na competição.

Tudo bem que o elenco tem lá suas carências, mas ainda assim, pelo tempo de trabalho, pela quantidade de jogos já disputado na temporada, esperava-se no mínimo um padrão de jogo, coisa que Lisca ainda não deu ao time, que segue na dependência da individualidade de seus jogadores para conseguir bons resultados.

Ainda não consigo entender como um time consegue fazer três boas partidas em sequencias e depois cai de rendimento da forma como caiu, chegando ao ponto de o torcedor começar a exigir a troca de comando, em vista de achar que Lisca já chegou ao seu limite e não estaria mais conseguindo extrair o máximo do time.

Até compreendo algumas situações do treinador, que por não confiar em seu sistema defensivo, no que está certo, opta por atuar com três volantes na tentativa de diminuir o problema, sem contar ter que olhar para o banco de reservas e ver Assisinho e Siloé como soluções. Mas é notório que algo precisa ser feito para mudar o panorama, pois do jeito que vai é que não pode continuar. Para piorar ainda mais, com as inscrições de novos jogadores para a competição já encerradas, será com o que tem ai que Lisca terá que se virar.

Rever convicções e buscar soluções. É isso que acho que o treinador tem que fazer, e não ficar buscando justificativas para tentar fazer o torcedor entender o porquê do time não conseguir vencer. Ter domínio da partida, criar oportunidade e não mandar a bola para o fundo da rede, de nada adianta se ao final da partida a vitória não vier.

A situação não está favorável, por isso, não está tranquila. Presidente Robinson de Castro em entrevista disse que o treinador permanece, mas terá que quebrar a cabeça para fazer esse time jogar. Portanto, para um bom entendedor, meia palavra basta. O recado já foi dado.

Confira lances da partida:

[youtube]https://youtu.be/ECZoNB8Dzo8[/youtube]

Clique aqui e confira a ficha técnica do jogo.

Avante Vozão!

Recomendado para você