Blog do Vozão

O marasmo de sempre

60 40
Carlos Kila (esq) e Marino (centro) dois dos quatro fatos concretos até aqui (Foto: Bruno Aragão? CearaSC.com)

Carlos Kila (esq) e Marino (centro) dois dos quatro fatos concretos até aqui (Foto: Bruno Aragão/CearaSC.com)

O tempo passa, o tempo voa, mas em Porangabuçu as coisas seguem da mesma forma como antes, senão vejamos: No dia onze de abril, em meio a revolta e protestos de torcedores por conta das eliminações no Nordestão e no Estadual, a diretoria anunciava mudanças em seu quadro de funcionários e jogadores.

Naquela ocasião nove jogadores de um elenco que já era pequeno e fraco, foram colocados em disponibilidade no mercado, Ricardo Conceição, Siloé, Robertinho, Raul Silva, Carlão, Thiago Carvalho, Fernandinho, Jhonnatan e Emanuel Biancucchi, e dois diretores deixavam o clube, Rodrigo Pastana e Haroldo Martins.

Na mesma ocasião a diretoria prometia reforçar o elenco com nove jogadores de qualidade, contratações pontuais e que chegariam para jogar, assumia que tudo o que havia sido feito até ali estava errado e que seria preciso começar tudo do zero e, para isso, a questão qualidade estaria acima de valores.

Pois bem, passada a dor das eliminações, a diretoria parece ter voltado ao seu estado normal e a lenga-lenga voltou a ser a mesma. De nove contratações, caiu para quatro ou cinco, pois perceberam que quatro jogadores já teriam sidos contratos e praticamente ainda não haviam estreados (Antônio Carlos, Zé Mario, Nem e Felipe). O “estamos conversando”, “na próxima semana deverá chegar alguém…”, “não está sendo fácil”, “converso com o jogador todo dia…” e por aí vai, tem sido a tona do momento. O Presidente justifica a demora dizendo que não pode contratar por contratar para dar satisfação ao torcedor. Ora bolas, mas a questão não é dar satisfação, é a necessidade do time.

Do dia 11 de abril pra cá, já se vão 17 dias, e de concreto mesmo até aqui só quatro coisas: Sergio Soares, Carlos Kila, Marino e o mesmo blá, blá, blá de sempre. Não vou citar o Ricardinho já que o mesmo, apesar de treinar em Porangabuçu a vários dias, ainda não foi anunciado por conta de questões burocráticas em sua documentação, ou seja, nada fora do normal.

Mas, sejamos fortes, os caras estão trabalhando, e por mais que as coisas não se mostrem favoráveis e os erros se repitam, tenhamos fé, um dia eles acertarão, não é possível. Ahh, amanhã será sexta-feira, de repente, quem sabe alguma contratação não seja anunciada?

Peço desculpas aos leitores pela ironia e o desabafo, mas é que diante da inércia da diretoria, não dá pra se controlar.

Abre o olho Vozão!