Blog do Vozão

Ceará x Botafogo – Missão vencer

264 5

Ceará x Botafogo – Missão vencer (Foto: Cearasc.com/Divulgação)

Sem vencer a quatro partidas o Vozão entrará em campo diante do Botafogo sabendo que qualquer outro resultado que não seja a vitória poderá fazer com que seu objetivo na competição fique ainda mais complicado, haja vista que dentro do planejamento traçado não consta ficar cinco partidas seguidas sem vencer.

O adversário não briga na parte de cima da tabela, mas também não briga na parte de baixo, e se dentro de campo tem mostrado um desempenho de regular para bom, fora das quatro linhas a situação é complicada devido passar por dificuldades financeiras, mas isso não vem ao caso nesse momento.

A fora a ausência de Luiz Otávio, o treinador Enderson Moreira não deverá ter problemas para definir o time para esta partida, já que terá praticamente todo o elenco a sua disposição, devendo, pra variar, fazer uma ou duas alterações no time em relação a partida passada.

Leandro Carvalho é cotadíssimo para iniciar a partida, Felipe Baxola é outro que tem chances de começar como titular. Uma outra mudança que creio deva acontecer é na zaga, não nas peças, mas sim no posicionamento, com Valdo jogando pela esquerda e Tiago Alves pela direita. Comenta-se na possibilidade de Thiago Carleto entrar na vaga de João Lucas, possibilidade que a meu ver tem poucas chances de acontecer.

Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Valdo e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Thiago Galhardo e Lima; Leandro Carvalho e Felippe Cardoso, seria meu time para esta partida. Mas vale dizer que Enderson Moreira adora surpreender nas escalações e tenho a impressão que isso poderá acontecer para esta partida.

Apesar de no momento o Botafogo ocupar a primeira parte da tabela, a partida tem que ser encarada pelo Vozão como sendo um confronto direto, já que o objetivo maior de ambos é a permanência na competição para o ano que vem. E dentro do projeto a ser executado pelo Vozão na competição, vencer em casa partidas consideradas confronto direto é tido como obrigação. E nem preciso dizer que o apoio maciço do torcedor nas arquibancadas é fundamental para que o projeto seja executado conforme o desejado.

Em tempo, tem tabu em jogo, já que o Vozão não vence o Botafogo jogando em casa desde o longínquo ano de 1975. E se tem tabu, já sabe né? Tabu foi feito pra ser quebrado.