Bola ao Alto

Argentina 100%

432 1

Enquanto a seleção brasileira tenta se “arrumar” sem Nenê, Varejão e Leandrinho, um dos principais rivais, a Argentina, vai com força total para o Pré-Olímpico de Mar Del Plata. O técnico da seleção argentina, Julio Lamas, fez sua pré-seleção de 15 jogadores para começar os treinamentos em junho. Na lista, destaque para o armador Juan Sánchez, que volta à seleção depois de 5 anos e  o ala-armador Emanuel Ginóbili (San Antonio Spurs).

Além de Ginóbili, Luís Scola (Houston Rockets), Carlos Delfino (Milwaukee Bucks) e Andrés Nocioni (Philadelphia 76ers), fazem parte da geração vice-campeã mundial em 2002 e campeã olímpica em 2004 sob o comando de Magnano, atual técnico do Brasil.

A volta de Fabrício Oberto, que chegou a se aposentar em função de problemas cardíacos, é uma das principais atrações da seleção Argentina. O pivô argentino anunciou a aposentadoria em novembro do ano passado.

Em entrevista ao site da Gazeta Esportiva, Juan Pablo Figueroa, que joga no Brasil, no clube Pinheiros, o armador diz que será difícil para a seleção brasileira sem os jogadores da NBA (Varajão, Nenê e Leandrinho.

“São jogadores que não apenas estão jogando na NBA, mas estão jogando muito bem. Eles têm muita experiência e um talento muito grande. Sem dúvida, são baixas importantes para o Brasil”, disse Figueroa durante a apresentação do elenco do Pinheiros. “Agora, a Seleção Brasileira precisará procurar outros jogadores para começar a trabalhar na formação de um grupo sólido”, afirmou.

“Apesar de não contar com todos os seus jogadores da NBA, o Brasil tem vários atletas que atualmente jogam aqui, mas já foram muito importantes internacionalmente. Eles agora voltaram ao país, mas isso não significa que não tenham talento para jogar fora. É uma Seleção muito poderosa, com jogadores que se conhecem muito bem. Então, vai ser um dos times a ser batido”, disse.

Sobre a Argentina..

“A princípio, pelos jogadores que temos, somos um dos favoritos. Mas a Argentina não pode pensar que já tem uma vaga assegurada só por causa dos atletas da NBA. Vamos ter a torcida a nosso favor, mas por outro lado o time vai sentir a ansiedade e o nervosismo dos fãs. A expectativa já foi criada, o que muitas vezes gera um pouco de pressão. Integrar esse grupo de jogadores, que são ídolos para mim, vai ser muito especial”, disse Figueroa.

Sobre o pedido de dispensa de Nenê e Leandrinho…

“Eu não acho que a ida à seleção seja uma obrigação. Cada jogador tem os seus motivos para recusar e liberdade para decidir. Se você acha que não está bem, é positivo deixar o lugar para outro atleta que possa fazer um bom trabalho”, afirmou.

CONVOCADOS PARA A SELEÇÃO ARGENTINA:

Pablo Prigioni
Posição: Armador
Altura: 1,86
Clube: Real Madrid (ACB, Espanha)

Juan Sánchez
Posição: Armador
Altura: 1,92
Clube: Weber Bahía Estudiantes (Bahía Blanca – Argentina)

Juan Pablo Figueroa
Posição: Armador
Altura: 1,83
Clube: Pinheiros (São Paulo, Brasil)

Emanuel Ginóbili
Posição: Ala-armador
Altura: 1,98
Clube: San Antonio Spurs (NBA, Estados Unidos)

Carlos Delfino
Posição: Ala-armador
Altura: 1,96
Clube: Milwaukee Bucks (NBA, Estados Unidos)

Hernán Jasen
Posição: Ala
Altura: 1,99
Clube: Estudiantes (ACB, Espanha)

Andrés Nocioni
Posição: Ala
Altura: 2,00
Clube: Philadelphia 76ers (NBA, Estados Unidos)

Alfredo Quinteros

Posição: Ala
Altura: 1,88
Clube: Zaragoza (ACB, Espanha)

Leonardo Gutiérrez
Posição: Ala-pivô
Altura: 2,00
Clube: Peñarol (Mar del Plata, Argentina)

Luis Scola
Posição: Ala-pivô
Altura: 2,07
Clube: Houston Rockets (NBA, Estados Unidos)

Leonardo Mainoldi
Posição: Ala-pivô
Altura: 2,02
Clube: Fuenlabrada (ACB, Espanha)

Guillermo Kammerichs
Posição: Ala-pivô
Altura: 2,04
Clube: Regatas (Corrientes, Argentina)

Juan Gutiérrez

Posição: Pivô
Altura: 2,05
Clube: Obras Sanitarias (Buenos Aires, Argentina)

Fabricio Oberto
Posição: Pivô
Altura: 2,07
Clube: Portland Trail Blazers (NBA, Estados Unidos)

Martín Leiva

Posição: Pivô
Altura: 2,10
Clube: Peñarol (Mar del Plata, Argentina)

Recomendado para você