Bola ao Alto

Quatro jogos em casa

São José, Mogi das Cruzes, Uberlândia e Franca. Essa é a sequencia de adversários que o Basquete Cearense vai enfrentar jogando em casa. O primeiro deles, nesta quinta-feira, promete ser uma pedra no sapato do time nordestino. O São José vem a Fortaleza desfalcado de um  dos destaques do time na temporada, o ala/pivô Jefferson, que sofreu uma lesão na coxa esquerda e está fora dos dois próximos jogos da equipe. Mas é da equipe paulista o dono da melhor média de assistências (8,85), com  um total de 115 passes perfeitos. O armador Fúlvio vive uma excelente fase na temporada.

Em entrevista ao Bola ao Alto, o ala/armador André Góes, faz uma avaliação sobre o momento do Basquete Cearense no NBB e aponta o que deve ser melhorado para vencer os jogos em casa, com o apoio da torcida.

 

André Góes. Foto: Arquivo pessoal.

Bola ao AltoComo você avalia o desempenho do Basquete Cearense até agora? O time está entre os dez e muitos remetem o time como a “surpresa” do NBB. Você acha que é devido a equipe ser nova na Liga?

André Góes – Exatamente como você disse, foi o fato de ficarmos sem ter feito nenhum jogo antes do NBB que gerou essa surpresa, mas a gente sabia o nosso potencial e estamos mostrando ele agora!

B.A. – Destes quatro jogos em casa, qual você considera que vai ser mais tranquilo e qual será o mais disputado?

André Góes – Difícil projetar isso, afinal o NBB está muito equilibrado, mas, teoricamente e olhando a tabela, Uberlândia é o que esta melhor colocado, e o Mogi pior colocado. Acredito que todos serão muito difíceis com certeza e teremos que jogar muito bem pra torná-los fáceis.

B.A. – O que o técnico Alberto Bial vem pedindo para ser mais aprimorado por vocês em quadra? E no que você acha que o time vem “pecando” ?

André Góes – O Bial exige muito da gente, acho que onde estamos pecando mais é em não sermos tão constantes! Ainda oscilamos muito dentro de uma partida, e uma bobeira pode custar o jogo todo. Outro fator que não estamos muito bem são nos rebotes, fundamento que estamos buscando melhorar muito!

B.A. – O fato dos jogos serem em casa, ajuda a superar times como o Uberlândia, que acredito ter um time melhor do NBB, e o Franca, que tem a melhor defesa?

André Góes Com certeza. Fator casa é muito importante, dá mais confiança e o apoio da torcida ajuda muito. São times muito fortes, como você disse, mas vamos buscar as vitórias, afinal já perdemos pra eles fora de casa.

Recomendado para você