Bola ao Alto

Jogo da sobrevivência do Basquete Cearense

Parece que jogar fora de casa foi um problema que acompanhou a equipe de Alberto Bial durante todo o campeonato. Agora, nos playoffs, não foi diferente. As duas primeiras partidas diante do Bauru foram disputadíssimas, e o Basquete Cearense não conseguiu triunfar em nenhum dos duelos. A série, válida pelas oitavas de final do NBB 6, está 2 a 0 a favor da equipe do interior de São Paulo. E, para tentar alcançar o resultado positivo, os donos da casa apostam em uma de suas principais armas: a força de sua calorosa torcida, que fez a diferença em muitas partidas no torneio nacional.

Felipe Ribeiro aposta na força do time em casa (Foto: Caio Casagrande/ Bauru Basket)

Felipe Ribeiro aposta na força do time em casa (Foto: Caio Casagrande/ Bauru Basket)

 

O SKY/Basquete Cearense tem uma partida decisiva nesta segunda-feira (14), contra o Bauru, às 19h, no Ginásio da Unifor, em Fortaleza. O time comandado pelo técnico Alberto Bial precisa vencer para forçar o quarto jogo.

“Sabíamos que as duas partidas em Bauru seriam muito difíceis. Agora, para buscarmos a vitória, temos que fazer o mesmo que eles fizeram diante de nós, anular as nossas principais jogadas. Vamos pensar nos jogos em Fortaleza, para tentarmos voltar para cá (Bauru, no quinto e último jogo da série) e tentar surpreendê-los”, afirma o ala/pivô Felipe Ribeiro, destaque do último confronto, com um duplo-duplo: 27 pontos e 13 rebotes.

E é exatamente na confiança que tem no time e, principalmente, nos talentos individuais, que a torcida ainda acredita na possibilidade de classificação. Além de Felipe Ribeiro, o time conta com o armador norte-americano Brando Brown que também atravessa um bom momento. No jogo da última sexta-feira, anotou 20 pontos.

Em caso de vitória do time de Fortaleza, as duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, mais uma vez no Ginásio da Unifor, na capital cearense.

Recomendado para você