Bola ao Alto

NBB – Destaques da temporada são premiados na Festa dos Melhores do Ano

Os melhores do NBB 2016/2017 foram conhecidos na noite desta terça-feira (20/06), em São Paulo (SP), na Festa de Premiação dos Melhores do Ano e os destaques individuais da nona edição da competição nacional receberam seus prêmios.

O mais premiado da noite foi Desmond Holloway, vencedor de três troféus. O norte-americano do EC Pinheiros foi eleito o MVP (Jogador Mais Valioso) da competição e ficou com o prêmio mais cobiçado da noite. Os outros dois foram de Melhor Estrangeiro e de Melhor Ala. No entanto, por questões pessoais, o jogador não compareceu ao evento.

Ao lado de Holloway no quinteto ideal foram nomeados dois atletas do campeão Bauru Basket e outros dois do Brasília. Pela sétima vez em nove anos, Alex ficou com o outro prêmio de Melhor Ala, enquanto que seu companheiro Jefferson foi eleito para o time dos sonhos pela segunda vez.

“Todo ano é uma grande felicidade para nós atletas estar nessa festa. Todo nosso esforço da temporada é reconhecido com esses troféus e sempre fico muito feliz com essa conquista individual. Foi uma linda festa mais uma vez”, disse Alex.

Pela 4ª vez na história, Fúlvio ficou com troféu de Melhor Armador do NBB (João Pires/LNB)

O troféu de Melhor Armador ficou nas mãos de Fúlvio pela quarta vez e o jogador se isolou ainda mais como ao maior vencedor deste prêmio na história. Outro atleta do Brasília no Quinteto Ideal foi o pivô Lucas Mariano, que faturou seu primeiro troféu individual no NBB.

“Estou muito, muito feliz. Os três candidatos poderiam ganhar, o Kendall e o Dawkins fizeram grandes temporadas. De nove NBB’s, joguei sete, e destes sete eu ganhei quatro prêmios de Melhor Armador e cinco de Líder em Assistências. Então o que me deixa mais feliz é que em todos os anos eu estou no páreo. Passa ano, entra ano, e meu rosto está ali”, declarou Fúlvio.

Confira todos os vencedores dos prêmios individuais do NBB 2015/2016:

MVP (Jogador Mais Valioso): Holloway (EC Pinheiros)
Melhor Armador: Fúlvio (Brasília)
Melhores Alas: Alex Garcia (Bauru Basket) e Holloway (EC Pinheiros)
Melhores Pivôs: Jefferson (Bauru Basket) e Lucas Mariano (Brasília)
Melhor Técnico (Troféu Ary Vidal): Gustavo De Conti (Paulistano)
Melhor Estrangeiro: Holloway (EC Pinheiros)
Destaque Jovem: Alexey (Franca Basquete)
Melhor Sexto Homem: Arthur Pecos (Paulistano)
Jogador que Mais Evoluiu: Georginho De Paula (Paulistano)
Melhor Defensor: Jimmy (Mogi das Cruzes)

Cestinha (Troféu Oscar Schimdt):  Kendall Anthony (Macaé Basquete) – média de 20,6 pontos por jogo
Líder em rebotes: Olivinha (Flamengo) – média de 9,5 por jogo
Líder em assistências:  Fúlvio (Brasília) – média de 7,4 por jogo

Melhor ataque: Flamengo – média de 87,7 pontos por jogo
Melhor defesa: Bauru Basket – média de 75,6 pontos sofridos por jogo
Equipe Fair Play: Basquete Cearense

Melhor árbitro: Cristiano Maranho (SC)
Melhor Trio de Arbitragem: Cristiano Maranho (SC), Fabiano Huber (GO) e Marcos Benito (SP)
Árbitro revelação: Bruno da Costa Oliveira (RS)

Recomendado para você