C4 Notícias

CERCA DE 120 MIL FIÉIS SE EMOCIONAM COM A NOVENA ALUSIVA À MORTE DE SÃO FRANCISCO.

A última novena em louvor ao santo reuniu uma multidão na Praça dos Romeiros, em Canindé.

A última novena em louvor a São Francisco das Chagas, na noite deste quarta-feira (dia 3), na Praça dos Romeiros, em Canindé, concentrou uma multidão calculada pela Paróquia – Santuário, organizadores do evento de cerca de 120 mil fiéis. Foram momentos de emoção e fé quando o frei Marconi Lins, Reitor do Santuário, iniciou a celebração alusiva ao trânsito do santo desta vida em direção à eternidade.

Durante a maior parte da celebração, os fiéis acenderam velas ou acionaram seus celulares, iluminando o mar de gente. O frei Marconi enfatizou que São Francisco deixou muitos ensinamentos.

“Ele decidiu abandonar o poder para servir a Deus, a ajudar os humildes e necessitados. Desde então, ensinou essa lição aos seus discípulos que se multiplicaram por todo o mundo.

O Ministro Provincial Frei João Amilton dos Santos lembrou que no dia 3 de outubro de 1226 Francisco de Assis encerrou a sua trajetória nesse mundo, “numa igrejinha de Santa Maria dos Anjos, rústica, pequena e pobre. Ele se encontrou com a irmã morte aos 44 anos. Na verdade, ele preparou uma celebração, uma liturgia para se encontrar com a irmã morte. Pediu para que dois frades que eram músicos entoassem o cântico do irmão sol que ele mesmo compôs. Pediu para que as pessoas cantassem com alegria, pois era festa”.

Frei Amilton explicou que Francisco não via a morte como algo sinistro, dramático, mas uma irmã que nos permite continuar numa vida que nunca se acaba.

“Estou deveras emocionada. São Francisco das Chagas é um exemplo de ternura, amor e humildade para toda a humanidade. Sua lição de vida deveria ser seguida por todos. Certamente, teríamos um mundo bem melhor”, frisa a enfermeira Maria dos Anjos Silveira, que veio do Maranhão para acompanhar os festejos em Canindé, acompanhada do empresário Francisco Carlos de Oliveira, o ‘’Chiquinho do Codó que todos os anos traz 21 ônibus com 1.104 devotos do santo.

Multidão

A cidade de Canindé está completamente tomada por romeiros vindos de todas as partes do Nordeste para acompanhar hoje tarde a finalização dos festejos alusivos ao santo, iniciados no último dia 24. A pé, de carro, moto ou de ônibus, a cada instante chegam devotos cheios de fé para expressar seu apreço por São Francisco.

Em 2018, os fiéis comemoram, além do padroeiro da cidade, o homem que em vida desprezou a riqueza e a ostentação para se dedicar aos mais humildes e desvalidos, os 260 de fé e devoção de São Francisco das Chagas, e 128 anos de criação do seu painel.

Os festejos prosseguem nesta quinta-feira com várias atividades religiosas. Às nove horas, na Quadra da Gruta, teremos a missa de encerramento. Nesta sexta-feira, entretanto, acontecerá o arreamento das bandeiras e a bênção dos chapéus. Segundo os organizadores do evento e a Prefeitura, até amanhãs a cidade espera ter recebido 1,5 milhão de devotos.

Fotos e texto de Antônio Carlos Alves